abn

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

PRAÇA ERASMO SANTA BÁRBARA PARECE QUE FOI BOMBARDEADA E POPULAÇÃO PAGA O PREÇO.

Ninguém Merece! Barra dos Coqueiros e o abandono.





Diante de vários pedidos dos moradores de Barra dos Coqueiros, a redação do Blog A Barra e a Noticia, recebeu diversas fotos,  denunciadas pela população como intrafegável a Praça Erasmo Santa Bárbara. As fotos mostram onde os moradores são vítimas do descaso.
Ouvimos a reivindicação dos moradores, que não estão satisfeitos com a situação de algumas praças, cuja culpa é do poder público municipal.

O certo que o cidadão paga um Imposto alto e mais uma vez é quem fica prejudicado.

Resumindo, a Praça Erasmo Santa Bárbara de Barra dos Coqueiros,,  mais parece uma praça que foi bombardeada. Vamos torcer para que essa situação mude.

Essas fotos provam o desrespeito do prefeito “Airton Martins” para com o povo de Barra dos Coueiros.... A praça está acabada, cheia de buracos. As obras da PREFEITURA são verdadeiramente obras SONRISAL, CHOVEU DISOLVEU!!!

É bom que o povo saiba que tudo isso é reflexo do:  DESCASO, INCAPACIDADE ADMINSTRATIVA, CUJO ÚNICO REMÉDIO É O MINISTÉRIO PÚBLICO.
O povo infelizmente deve  enfrentar mais( quatro) 4 anos de retrocesso, vivendo literalmente em um maquiada, sem contar o caos dos serviços básicos da cidade.

Esta é a Barra dos Coqueiros que estava escondida, que a prefeito, nunca mostrou e pensava que ninguém um dia iria desnuda-la.


Portanto, senhor prefeit as fotos não mentem, e também "contra fatos não há argumentos".


A Praça fica bem próxima da Secretaria de Obras do Municipio. Que vergonha em prefeito "Airton Martins"?

RÉVEILLON DE DIFERENTES RITMOS NO BEER HOUSE NA ORLA DA ATALAIA VELHA.

Maiko, Rita Melody e César Andrade comandará grande festa de Réveillon 2017.

Convide seu amigo ou a pessoa que você gosta para ir a esse evento com você. Imperdivél.

O Nordeste do Brasil foi escolhido para ser o destino de pessoas com estilo e bom gosto refinado para as festas de final de ano. O cenário selecionado traz novidades para surpreender você numa grande festa com os melhores nomes da música Sergipana, infra-estrutura diferenciada com o conforto e serviço jamais oferecido em Sergipe e a localização paradisíaca de frente para a praia de Atalaia Velha, somando a fórmula ideal do Réveillon mais Premium de Aracaju. Com Maiko, Rita Melody e César Andrade.

Muitas surpresas em um ambiente decorado com a mais alta qualidade para despertar em você, todas as emoções que esta grande noite promete.

SELMA MENDONÇA, EVENTOS E DIVULGAÇÕES, preocupada com o seu bem estar de todos os envolvidos no Réveillon do Beer House, garante um ambiente totamente seguro para seu Lazer e o de sua familia.
Mais Informações:  79 999798986.

Muitos eleitores da Barra dos Coqueiros foram enganados com promessas de empregos e outros beneficios por politicos.

Políticos mentem porque a população se sente melhor assim, muitos eleitores já procuraram a redação do ABN, para denunciar as promessas  de empregos pelos candidatos em 2016. Cadé os empregos dos eleitores?

 Image result for Promessas de empregos de politicos 

Na eleição municipal de 2016, muitos eleitores foram seduzidos com promessas de empregos e outros beneficios para eles e suas famílias, muitos chegaram até entrega os currículos em certas empresas com o encaminhamento dos candidatos e outros fizeram até exames de admissão para garantir o voto e o da família.

O fato de que muitos políticos de carreira são mentirosos descarados e compulsivos não é apenas uma característica inerente à classe política; é também um reflexo do eleitorado. Quando as pessoas querem o impossível, somente os mentirosos demagogos podem satisfazê-las. Porém, quando a realidade se impõe e os efeitos econômicos de medidas populistas começam a cobrar seu preço, os eleitores finalmente percebem que foram enganados. E então começam a reclamar que os demagogos os enganaram e venderam ilusões.

Essas pessoas são as mesmas que, no passado, não apenas acreditaram piamente nas promessas dos demagogos, como também ignoraram rispidamente todos os alertas, feitos pelos mais sensatos, de que determinadas políticas populistas eram insustentáveis e cobrariam um preço caro no futuro.

Pessoas que se recusam a aceitar verdades desagradáveis quando estas são ditas em épocas de bonança não têm direito de, no futuro, reclamar que os políticos mentiram e que elas foram enganadas. Afinal, com essa mentalidade, que outro tipo de candidato essas pessoas elegeriam?

Uma das principais mentiras do estado assistencialista é a noção de que o governo pode dar às pessoas coisas que elas desejam, mas que não podem bancar. Dado que o governo não produz riqueza, não tem renda própria e se mantém por meio do confisco de recursos das pessoas, então, por uma questão de lógica, se as pessoas como um todo não podem bancar algo, tampouco pode o governo.

Se você vota em políticos que prometeram dar a você benesses pagas com o dinheiro confiscado de terceiros, então você não tem nenhum direito de reclamar quando esses mesmos políticos resolverem tomar o seu dinheiro para repassá-lo para terceiros, inclusive para eles próprios.

É isso exatamente o que está acontecendo hoje na Barra dos Coqueiros: além de reduzir alguns benefícios dos servidores, o Prefeito está aumentando impostos, ao mesmo tempo em que se recusa a cortar a mordomia dos políticos, o número de secretarias e de cargos comissionados.
Nada é mais fácil para um político do que prometer benefícios governamentais que não poderão ser cumpridos.


Será que é realmente tão surpreendente que eleitores com expectativas fantasiosas e irreais elejam políticos que mentem descaradamente sobre serem capazes de cumprir tais fantasias?

Eleições municipais podem ser anuladas em 147 cidades

O Globo destaca que, dos candidatos a prefeito mais votados no primeiro turno, 147 não obtiveram registro até agora. Eles entraram com recursos judiciais e devem ter a situação definida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) até o fim de dezembro.

Em caso de indeferimento definitivo do registro, será necessário realizar nova eleição no município, de acordo com a minirreforma eleitoral aprovada recentemente pelo Congresso Nacional. A situação ocorre em 22 estados. 

“Agora a lei não permite mais que o segundo lugar assuma, em se tratando de anulação da eleição, haverá a realização de eleição suplementar, e isso certamente no futuro vai estimular a judicialização gratuita, que é muito comum até aqui. Esse é um esforço que temos que fazer até dezembro, para definirmos todas as situações”, afirmou o presidente do TSE, Gilmar Mendes. 

Com registro rejeitado, candidatos recorreram para tentar tomar posse. Segundo presidente do TSE, tribunal fará 'esforço' para julgar até dezembro. 

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou neste domingo (30) que 147 candidatos a prefeito mais votados em suas cidades ainda precisam ter o registro aprovado na Justiça Eleitoral para conseguirem assumir o mandato. 
Tratam-se de candidatos que disputaram a eleição com dúvidas sobre sua elegibilidade ou que tiveram as campanhas contestadas pelo Ministério Público ou por adversários. 

Em muitos casos, como o registro não estava aprovado, o segundo mais votado já pode ter sido declarado eleito pela Justiça Eleitoral.Caberá ao TSE analisar a situação de cada um para decidir se poderão tomar posse como prefeitos. 
 
Presidente do TSE, o ministro Gilmar Mendes disse que dará “toda a prioridade” para a resolução desses casos. 
“Sem dúvida nenhuma, esse é um esforço que teremos de fazer, daqui até dezembro, para definirmos todas as situações”, afirmou.  
Fonte:O Globo

ARACAJU: NO SEGUNDO TURNO TEVE MAIS ABSTENÇÕES QUE O PRIMEIRO TURNO

No domingo (30), 75.253 eleitores não compareceram às urnas. Votação Elegeu Edvaldo Nogueira (PCdoB) com 52,11% dos votos válidos.

Image result for prefeito Edvaldo nogueira
Prefeito eleito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB), Vice-Prefeita Eliane Aquino (PT). Eleições 2016. (Foto: Reprodução / Facebook)
A eleição que Elegeu Edvaldo Nogueira (PCdoB) o prefeito de Aracaju, teve um total de 75.253 abstenções. O número foi maior que o do 1º turno, 71.646. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 18,94% dos eleitores de Aracaju não compareceram às urnas no domingo (30).

No entanto, ainda de acordo com o TSE, 321.975 (81,06%) votaram. O candidato socialista foi eleito com 52,11% dos votos válidos, contra 47,89% de Valadares Filho (PSB).

Além das abstenções, o número de votos nulos também diminuiu comparado ao 1º turno. Foram 32.706 votos, representando 10,16% do total de mais de 280 mil votos. No 1º turno, foram contabilizados 54.062 (16,6%).

Eleito Prefeito de Aracaju Edvaldo Nogueira.
Nascido em Pão de Açúcar, em Alagoas, Edvaldo Nogueira tem 51 anos. Em 2000, compôs a chapa de Marcelo Déda para a prefeitura da cidade, conquistando a eleição.

No pleito seguinte, em 2004, a mesma composição de chapa foi reeleita. Em 2006, porém, Déda deixou a prefeitura para concorrer ao governo do Estado, e Nogueira assumiu.

Após dois anos como prefeito, concorreu à reeleição e venceu Mendonça Prado (DEM). Antes de chegar à prefeitura, foi vereador em Aracaju entre 1992 e 2000.

Filiado ao PCdoB, foi atuante no movimento estudantil e um dos fundadores do partido no Estado. É médico cardiologista formado pela Universidade Federal de Sergipe
.

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Sergipe é o Estado mais violento do País? Veja esclarecimento da SSP


por Sergipe é o Estado mais violento do País? Veja esclarecimento da SSP
A Secretaria da Segurança Pública de Sergipe (SSP/SE) analisou os números divulgados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), no 10o Anuário Brasileiro de Segurança Pública. A avaliação do Fórum tem como base números sobre mortes violentas intencionais em 2015 (que abrangem os casos de homicídios dolosos, latrocínios, lesões corporais seguidas de morte, mortes causadas por confronto com as polícias e policiais mortos, tanto em serviço, quanto fora dele).

A metodologia entre os estados não obedece critérios e protocolos definidos e é muito discrepante, ainda assim, as taxas de homicídios são altas. Em Sergipe, a análise é rigorosa e definida por número de vítimas - e não por ocorrências, o que gera uma diferença considerável na comparação com outros estados. A coleta em Sergipe é feita caso a caso e realizada diretamente no Instituto Médico Legal, com informações confrontadas de forma rigorosa. Sergipe não ignora qualquer informação e não permite que haja pendências de dados que devem ser repassados periodicamente à Secretaria Nacional da Segurança Pública (Senasp). 

No estado, boa parte da motivação dos homicídios é ligada ao tráfico de drogas. Nos números avaliados em 2015 pela SSP, para cada dez vítimas de homicídios, oito estão envolvidas com crimes, sobretudo o tráfico. Estes números são baseados em inquéritos policiais do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Mesmo com a alta taxa de homicídios, o DHPP possui uma taxa de 43,6% de autoria dos inquéritos concluídos e enviados ao Poder Judiciário. 

Fora os típicos problemas que envolvem a legislação, deficiência do sistema prisional, criminosos que cumprem parcialmente suas penas, temos, propriamente na área da Segurança Pública, um deficit histórico de pessoal. Esse problema está sendo corrigido nos últimos dois anos, por isso foram feitos concursos para a Polícia Civil, PM e Coordenadoria Geral de Perícias (Cogerp), com a chegada de 1.247 novos profissionais, entre agentes, escrivães, soldados, peritos e papiloscopistas. Durante o ano, outros profissionais serão convocados. 

A SSP atua com responsabilidade, empenho e preocupada em defender os interesses da população sergipana, mesmo diante de todos os problemas. Até setembro de 2016, a Polícia Civil e Polícia Militar prenderam 5.244 pessoas em Aracaju e no interior, número recorde na série histórica dos últimos anos. No entanto, muitos deles voltam a cometer crimes e ao rápido convívio social. Esse retorno de criminosos do sistema prisional gera um fluxo desproporcional e mesmo com um número recorde de prisões, as taxas de crimes violentos aumentam. 
fonte: 

A SSP, enquanto Instituição que percebe de perto como a impunidade vulnerabiliza seus policiais e toda a coletividade, assume a sua responsabilidade e atribuições, mas apela, novamente, para a imediata mudança da legislação penal, a fim de que criminosos cumpram sua pena integralmente pelos crimes violentos praticados. Também defendemos uma Proposta de Emenda Constitucional que protagonize a atuação da União no auxílio aos estados. 

Sergipe aguarda por parte do Ministério da Justiça ações do Plano Nacional para combater a criminalidade e o alto índice de homicídios no Brasil. O plano está em elaboração em parceria com as secretarias estaduais de Segurança Pública e quatro procuradorias-gerais de Justiça e já foi submetido aos secretários de Segurança Pública e vem sendo discutido desde maio. O programa compreenderá ações para combater homicídios e o que o Ministério da Justiça define como "criminalidade organizada", incluindo o enfrentamento ao tráfico de drogas e de armas no país. 

A SSP continuará tomando medidas imediatas, com ações preventivas e repressivas para evitar crimes e punir os seus autores, mas alerta para que a discussão sobre a criminalidade em todo o país extrapole, o quanto antes, os limites da Segurança Pública.
fonte: SSP-SE, ascom

Novo anticoncepcional masculino pode ser usado minutos antes de relação sexual


Pesquisadores da Universidade de Wolverhampton, no Reino Unido, disseram ter descoberto um composto que deixa os homens temporariamente inférteis, "desativando" a mobilidade dos espermatozoides. Um composto invasor sintetizado pelos cientistas penetra na célula e desativa a proteína que faz com que a cauda do espermatozoide se mova.

Segundo publicação no jornal Daily Mail, os pesquisadores pretendem disponibilizar o composto em pílulas ou spray nasal. "Os resultados são surpreendentes e quase imediatos. Quando você aplica o composto em um espermatozoide saudável, dentro de alguns minutos, o espermatozoide basicamente não consegue se mexer. Esta é uma abordagem totalmente única, ninguém nunca fez isso antes", contou o professor John Howl, cientista da Universidade de Wolverhampton que lidera o estudo.
 
Os cientistas afirmaram que o homem poderia utilizar o composto minutos antes da relação sexual. Os efeitos acabariam em alguns dias, e os homens voltariam a ser férteis. Foram realizados testes em espermas bovinos e humanos. Howl afirmou que os testes em animais devem ser iniciados em dois ou três anos.
 
Como normalmente são necessários de três a cinco anos para que uma nova droga seja colocada no mercado após experimentos, o anticoncepcional pode já estar disponível em 2021.

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

BARRA DOS COQUEIROS: AIRTON MARTINS CONTRATOU SERVIÇOS DE MAIS DE R$ 72 MILHÕES COM O LIXO E PRESTAÇÕES DE SERVIÇOS.


De quem é a empresa VIA NORTE SERVIÇOS DE LOCAÇÃO DE MAO-DE-OBRA LTDA? A qual familia pertece a Via Norte no Estado de Sergipe? 
resultado imagem para EMPRESA DO LIXO Ganha MUITO DINHEIRO
A gestão do Prefeito Airton Martins (PMDB), em Barra dos Coqueiros, firmou contratos em mais de R$ 72 milhões com limpeza e conservação de ruas e avenidas e prestações e de CONTRATAÇÃO EMERGENCIAL DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS DE APOIO ÀS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NOS DIVERSOS ÓRGÃOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DO MUNÍCIPIO DA BARRA DOS COQUEIROS, durante os 3 anos e seis meses à frente da Prefeitura (2013 – 2016). O valor chama atenção por ser maior que o utilizado por municípios maiores, como o vizinho Santo Amaro, Maruim, Laranjeiras, que contataram e gastaram muito menos ou seja muito menos milhões.

A informação é do Portal da Transparência do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE-SE), que revela outras situações consideradas suspeitas.

Segundo as informações prestadas pela própria administração de Airton Marrtins, houve aumentos vertiginosos nos contratos e pagamentos feitos pelas Secretarias reponsavéis pelos repasses e , responsável pela contratação, nos anos de 2013, 2014, 2015 e 2016, último da gestão.

Segundo o Portal da Transparência, em comparação com 2012, houve um acréscimo muito grande nos valores pagos a empresa responsável nos anos anterioes. O agravante é que 2016, foi ano eleitoral, o que deixa margem para suspeita de uso da máquina pública com benefício eleitoral. Segundo dados apresentados na prestação de contas do ano em questão, não houve justificativa para o acréscimo. A contratação foi feita em um alto valor em 2015, para suprir as necessidades de 2016.


Em 2013, a gestão de Airton Martins contratou com a R$ 8.469.099 87, repassados à empresa “VIA NORTE SERVICOS DE LOCACAO DE MAO-DE-OBRA LTDA.”. Em 2014, a mesma empresa fez contratos no valor de R$ 24.949.092,68, para executar o mesmo serviço. A empresa é responsável por fazer a coleta de lixo domiciliar e comercial das áreas urbanas e prestações de serviços terceirizados nas repartições públicas da cidade . O total dos contratos oram de R$ 72.893.455,58.

Vamos fazer contatos com os secretários responsavéis pelos contratos, para apresentar justiicativas sobre essas despesas e contratos. O prefeito Airton Matins, também será consultados sobre os referidos contratos com uma só empresa. se encontrado deve comentar o assunto.

MP PEDE CASSAÇÃO DA MÃE DE WESLEY SAFADÃO, ELEITA VICE-PREFEITA NO CEARÁ

O Ministério Público Eleitoral no Ceará pediu a cassação do registro de candidatura de Antônio Cláudio e Dona Bill, a mãe do cantor Wesley Safadão, eleitos em 2 de outubro prefeito e vice-prefeita de Aracoiaba, no interior do Ceará.

Durante a campanha, a candidatura da chapa havia sido cassada após denúncias de abuso de poder econômico e político. Eles recorreram, o que causou efeito suspensivo da decisão. Em novo pedido, o procurador eleitoral Marcelo Mesquito manteve o entendimento da sentença e pediu ao TRE que casse a candidatura de Antônio Cláudio e Dona Bill.

O G1 tentou entrar em contato Dona Bill, mas as mensagens não foram respondidas. O prefeito eleito na chapa de Dona Bill, Antônio Cláudio, diz que as denúncias partiram de "mentiras e ilações maliciosas" feitas pela oposição.

"Está provado que as falsas denúncias feitas pela oposição não passam de uma tentativa desesperada de atacar a gestão liderada pelo Prefeito Antônio Cláudio, reconhecida como um dos melhores prefeitos do Ceará por quatro vezes", afirmou o o prefeito eleito.

"A transparência dos atos é própria do ambiente democrático. A sociedade merece ser bem informada. Mas acusações infundadas são um desserviço. Só servem, em momento como esse de intenso debate eleitoral, àqueles que delas querem se valer para obter vantagens a qualquer preço", completou Antônio Cláudio em mensagem publicada em rede social.
Denúncia
Na decisão de setembro, a juíza Cynthia Nóbrega Pereira F. Thomáz, da 67ª zona eleitoral, determinou que foi abuso de poder econômico e político a compra de ambulâncias para a cidade, anunciada como doação pessoal feita por Dona Bill.

Em nota divulgada nas redes sociais na época da campanha, Dona Bill diz que é vítima de "golpes baixos". "Estamos sendo vítimas de vários tipos de golpes baixos, rasteiras e mentiras, com a intenção de desestruturar as nossas ações de campanha. Ações essas que visam o bem de todos os aracoiabenses."
Fonte: G1 CE

Clóvis Barbosa recebe prefeito eleito de Santo Amaro


O presidente do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE/SE), conselheiro Clóvis Barbosa, recebeu em seu gabinete, nesta terça-feira, 25, Genivaldo dos Anjos, prefeito eleito do município de Santo Amaro das Brotas. O gestor foi acompanhado da sua vice-prefeita Maria Aparecida e dos vereadores Wilton Xavier e João Bosco.


Na ocasião, Genivaldo ouviu do presidente Clóvis Barbosa e do Diretor Técnico Gustavo Gurgel orientações para a transição de mandato na Prefeitura Municipal de Santo Amaro. “Viemos receber orientações sobre a transição de gestão e a condução do novo mandato, seguindo a legislação do Tribunal. Tivemos uma resposta positiva e foi uma visita muito proveitosa”, explicou.
Fonte: http://www.tce.se.gov.br/

Proprietário de bar na Atalaia é morto a tiros durante o trabalho

Crime aconteceu no início da noite desta terça-feira (25). Polícia ainda não sabe motivação do crime.
Empresário foi assassinado a tiros (Foto: Reprodução/Rede Social)

O empresário Igor de Faro Franco, 31, dono de um bar localizado na rua Deputado Clóvis Rollemberg, no Bairro Atalaia, Zona Sul de Aracaju, foi alvejado e morto com vários tiros no início da noite desta terça-feira (25).

O comandante do policiamento da capital, Coronel Vivaldy, informou que o empresário chegou a ser socorrido por populares e levado ao Hospital Urgência de Sergipe (Huse), mas não resistiu e morreu.

A secretária do estado da saúde , Conceição Mendonça, confirmou a morte de Igor por volta das 20h30. Ela disse que o empresário morreu a caminho do hospital.

Igor foi assassinado no momento em que trabalhava. Populares afirmam que houve um assalto no bar e ele entregou os objetos sem reagir.

A polícia não confirma se foi um assalto, e uma investigação será feita. A única informação que chegou até a polícia foi que dois homens em uma moto invadiram o estabelecimento.
FONTE: http://minutosergipe.com.br/?p=27687

Relembre: 40 termos contábeis que é obrigatório a todo contador conhecer





Ativo, depreciação, acionista, lucro… A Contabilidade é uma ciência que envolve diversos conceitos. São tantas definições que até os profissionais mais experientes recorrem a consultas para passar os dados mais assertivos aos usuários da informação.

Pensando nisso, o conteúdo de hoje é um pequeno glossário dos 40 termos contábeis mais utilizados na rotina de um contador e mais comentados em livros e revistas do gênero. Aproveite!

A
Ação: menor parte do capital de uma sociedade anônima. No caso das companhias de capital aberto, as ações são negociadas na Bolsa de Valores.

Acionista: pessoa física ou jurídica que possui uma parcela das ações emitidas por uma sociedade anônima aberta ou fechada.

Amortização: conta que recebe os lançamentos de diminuição dos ativos intangíveis, por perda ou consumo do capital investido.

Ativo: um dos termos contábeis mais recorrentes na rotina de um contador, sendo a parte do patrimônio da empresa que corresponde aos seus bens e direitos, dividindo-se em circulante (curto prazo) e não-circulante (longo prazo).

B
Balanço patrimonial: demonstração contábil que evidencia a situação patrimonial da empresa em um determinado momento.

C
Capital de terceiros: corresponde ao passivo exigível, ou seja, recursos captados com pessoas e entidades alheias ao quadro de sócios e acionistas, com fins de aplicação nas operações da empresa.
Capital próprio: equivale ao patrimônio líquido, sendo a parcela de recursos investida pelos sócios e acionistas, e também gerada pelas atividades da empresa.
Capital social: é o valor, definido em contrato ou estatuto, aplicado pelos sócios ou acionistas nas operações da empresa.
Conta: registra as movimentações contábeis, podendo ser contas patrimoniais (para o balanço patrimonial) ou contas de resultado (para a DRE).
Contabilidade: ciência social aplicada cujo objeto de estudo é o patrimônio, mensurando suas variações através do registro de atos e fatos administrativos.
Custo: gastos envolvidos na fabricação de um produto, venda de mercadoria ou prestação de um serviço.

D
DFC: Demonstração do Fluxo de Caixa, que analisa as entradas e saídas de dinheiro da empresa, no âmbito operacional, de investimentos e de financiamentos.
DMPL: Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido, que trata das flutuações ocorridas nas contas que compõem a situação líquida da empresa.
DRE: Demonstração do Resultado do Exercício, responsável pelo confronto entre contas de resultado para verificação de lucro ou prejuízo no exercício.
Déficit: termo utilizado na Contabilidade Pública e em empresas privadas sem fins lucrativos para definir o resultado originado por despesas maiores que receitas.
Depreciação: conta que recebe os lançamentos que diminuem o valor dos ativos imobilizados, por motivo de uso, desgaste natural ou obsolescência.
Despesas: gastos cujo objetivo é gerar receita, provocando uma diminuição no patrimônio líquido da empresa.

E
EBITDA: sigla proveniente do inglês que significa Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization, que, traduzindo para nossa língua, é o termo conhecido como LAJIDA (Lucro Antes dos Juros, Impostos, Depreciação e Amortização).
Estoques: bens destinados à venda, sendo que sua composição pode variar conforme a atividade da empresa.
Exaustão: conta que recebe os lançamentos de diminuição de ativos permanentes como jazidas e florestas, em decorrência de sua exploração.
Exercício social: período de 12 meses em que, ao final, ocorre o encerramento e publicação das demonstrações contábeis.

F
Fato contábil (ou administrativo): são fatos que provocam alterações patrimoniais ou de resultado, divididos em fatos permutativos, modificativos ou mistos.
Faturamento: valor da receita de bens ou serviços vendidos em um período específico.

I
Impostos: valor devido aos entes públicos a partir da prática de um fato gerador, como, por exemplo, o Imposto de Renda incidente sobre o lucro apurado.
Investimentos: aplicação de valores além da atividade principal da empresa, cujo intuito é gerar ganhos, como ações e obras de arte.

J
Juros: taxa de remuneração pelo uso de um capital tomado como empréstimo ou fornecido a outra entidade.

L
LAIR: trata-se do Lucro Antes do Imposto de Renda, podendo ser visualizado na DRE como o resultado apurado pela empresa que ainda não recebeu a incidência tributária decorrente desse fato gerador.
Lucro: um dos termos contábeis mais comentados, ocorre quando as receitas apuradas superam as despesas em uma empresa com fins lucrativos.

M
Margem de contribuição: trata-se da medida de confronto contra os custos fixos, obtida pela diferença entre o preço unitário bruto e os custos e despesas variáveis unitários. É um dos termos contábeis mais presentes no segmento da Contabilidade de Custos.

N
Notas explicativas: informações complementares às demonstrações contábeis que relatam situações referentes aos números apresentados nas contas e precisam de esclarecimentos mais detalhados.

P
Passivo: como o ativo, é um dos termos contábeis mais recorrentes na rotina de um contador, representando as obrigações da empresa com terceiros e com os sócios/acionistas. É dividido em circulante (curto prazo), não-circulante (longo prazo) e patrimônio líquido.
Patrimônio líquido: são as obrigações da empresa com os sócios ou acionistas, envolvendo os valores investidos, reservas de capital e lucros ou prejuízos acumulados.
PECLD: trata-se das Perdas Estimadas em Créditos de Liquidação Duvidosa, conta retificadora do Ativo que mensura uma perda decorrente de clientes devedores.
Perda: a perda é o consumo involuntário ou anormal, podendo converter-se em custo, caso esse consumo ocorra por características próprias da matéria-prima que está sendo trabalhada, ou despesa se for decorrente de um fator externo.

R
Receitas: ingresso de ativos que provocam um aumento no patrimônio líquido da empresa.
Regime de caixa: apuração de resultados considerando a entrada e saída de recursos monetários.
Regime de competência: apuração de resultados considerando o momento em que a transação ocorre.

S
Superávit: termo utilizado na Contabilidade Pública e em empresas privadas sem fins lucrativos para definir o resultado originado por receitas maiores que despesas.

T
Taxa Interna de Retorno (TIR): taxa hipotética obtida através dos fluxos de caixa de um investimento, utilizada para decisão de viabilidade de um projeto, comparada com a TMA determinada pelos sócios ou acionistas.
Taxa Mínima de Atratividade (TMA): é uma taxa de juros para determinar o mínimo de retorno que um investidor deseja ao aplicar capital em um investimento, formada a partir de variáveis como o custo de oportunidade, risco do negócio e liquidez.

Existem inúmeros termos contábeis relevantes no dia a dia de um profissional da Contabilidade. São conceitos complexos, que devem ser estudados com frequência para que você esteja sempre pronto para prestar um serviço excelente e gerar valor para seus clientes.

Evangelho (Lc 13,18-21)


Resultado de imagem para o reino de deus é como a semente de mostarda
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 18 Jesus dizia: “A que é semelhante o Reino de Deus, e com que poderei compará-lo? 19 Ele é como a semente de mostarda, que um homem pega e atira no seu jardim. A semente cresce, torna-se uma grande árvore, e as aves do céu fazem ninhos nos seus ramos”. 20 Jesus disse ainda: “Com que poderei ainda comparar o Reino de Deus? 21 Ele é como o fermento que uma mulher pega e mistura com três porções de farinha, até que tudo fique fermentado”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

terça-feira, 25 de outubro de 2016

ALYSSON SOUZA é eleito Vice-prefeito pela segunda vez na Barra dos Coqueiros

O Vereador Alysson (PSD) foi eleito, no dia 02 de outubro, vice-preeito na chapa de Airton Martins (PMDB), e pode ser candidato a prefeito em 2020.

Vice-prefeito eleito da Barra dos Coqueiros. Alysson Souza.
Alysson, ficará no exercício do mandato na Câmara Municipal até dezembro desse ano. Depois disso, assume o cargo de vice-prefeito da cidade mais promissorra da Região Metropolittana.

A chapa Airton Martins/ Alysson Souza foi eleita com 67,55% dos votos váidos, fato inédito na Historia politica da cidade. Foram 67,55% dos votos válidos contra 24,74% do atual vice-prefeito Caducha (PT); 3,3% de Paulo Silas (PPL); 2,50% de Gilvan Pintinho (PPS) e 1,78% Gilmar Oliveira (PP).

Alysson classificou o resultado como “maravilhoso” e disse que a vitória é daqueles que desejam que a cidade continue andando no rumo certo.

A candidaura de Airton/alysson, foi tão Acelerada que atropelaram os adversários, deixando todo mundo para trás. Foi uma grande vitória daqueles que queriam a continuidade da gestão com um novo vice-prefeito. 

Hoje o Barracoqueirense, acataram modelo Airtista de Governar apesar do inchaço da máquina. 

O vereador e futuro vice-prefeito agradeceu ainda aos candidatos a vereadores das coligações e aos eleitores da Barra dos Coqueiros, que pela segunda vez vai assumir o mandato de vice-prefeito da cidade. E deseja dias melhores para a população

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Sétimo vereador mais votado deve ser um dos braços fortes de Airton Martins na Câmara de Barra dos Coqueiros.

Adelmo Apóstolo, depois de uma derrota na eleição de 2012, Ele foi eleito vereador para a próxima Legislatura.

Adelmo Apóstolo eleito Vereador na Barra dos Coqueiros, em 2016.
Sétimo mais votado para a Câmara Municipal de Barra dos Coqueiros  (SE), Adelmo Apóstolo  (PSD) será um forte representante do grupo do prefeito reeleito Airton Martins (PMDB). Ele já vinha trabalhando nos dois mandatos do atual prefeito como interlocutor da administração em comunidades principalmente na Atalaia Nova.

Um dos  representantes do Povoado Atalaia Nova,  a partir de 1º de janeiro de 2017, Adelmo Apóstolo, teve o apoio da primeira Dama Eliana Martins e de outras lideranças que  fortaleceram sua vitória. Ele obteve 598 votos. Apesar de ser de um povoado da cidae, o vereador sempre teve o compromisso de trabalhar pela coletividade.

Adellmo Apóstolo, Já foi Secretário de Saúde, na primeira gestão de Airton Martins, e na atual gestão estava ocupando o cargo de Secretário Municipal de Planejamento, ele é um dos vereadores que não vai colocar seu nome para concorrer à presidência da Câmara. Ele deve esperar a decisão do Prefeito Reeleito.

Parabéns ao Vereador eleito Adelmo Apóstolo, que também contou com o importante apoio do Radialista Jânio Porto.

É obrigação do empregador aceitar atestado de acompanhamento médico?



O empregador é obrigado a abonar as faltas que por determinação legal, não podem ocasionar perda da remuneração, desde que formalmente comprovadas por atestado médico.

A legislação estabelece alguns requisitos para que os atestados médicos tenham validade perante a empresa. No entanto, não são raros os casos de empregados que se utilizam destes atestados para se ausentarem do trabalho, mesmo sem apresentar nenhuma patologia que justifique essa ausência.

A legislação trabalhista ou previdenciária não previa a questão do abono de faltas no caso do empregado que se ausentasse do trabalho para acompanhar seu dependente em uma consulta médica ou internamento, independente de idade ou condição de saúde. Entretanto, esta situação teve alteração a partir de 2016.

LEGISLAÇÃO

O atestado médico, para abono de faltas ao trabalho, tem limitações regulamentadas por lei. O Decreto 27.048/49 que aprova o regulamento da Lei 605/49, em seu artigo 12, §1º e 2º, dispõe sobre as formas de abono de faltas mediante atestado médico:

Art. 12:
§ 1º: A doença será comprovada mediante atestado passado por médico da empresa ou por ela designado e pago.

§ 2º: Não dispondo a empresa de médico da instituição de previdência a que esteja filiado o empregado, por médico do Serviço Social da Indústria ou do Serviço Social do Comércio, por médico de repartição federal, estadual ou municipal, incumbido de assunto de higiene ou saúde, ou, inexistindo na localidade médicos nas condições acima especificados, por médico do sindicato a que pertença o empregado ou por profissional da escolha deste.

Os atestados médicos de particulares, conforme manifestação do Conselho Federal de Medicina, não devem ser recusados, exceto se for reconhecido favorecimento ou falsidade na emissão, assim estabelecendo:

“O atestado médico, portanto, não deve “a priori” ter sua validade recusada porquanto estarão sempre presentes no procedimento do médico que o forneceu a presunção de lisura e perícia técnica, exceto se for reconhecido favorecimento ou falsidade na sua elaboração quando então, além da recusa, é acertado requisitar a instauração do competente inquérito policial e, também, a representação ao Conselho Regional de Medicina para instauração do indispensável procedimento administrativo disciplinar”.

Portanto, o atestado para abono de faltas ao trabalho deve obedecer aos dispositivos legais, e mesmo quando emitido por médico particular, a priori deve ser considerado, pelo médico da empresa ou junta médica de serviço público, como verdadeiro pela presunção de lisura e perícia técnica.

A legislação trouxe novidades quanto ao abono de faltas em virtude de atestado de acompanhamento médico (aquele que é fornecido à mãe ou ao pai que acompanha o filho ou cônjuge até o médico), por meio da Lei 13.257/2016, que incluiu os incisos X e XI no art. 473 da CLT, in verbis:

Art. 473. O empregado poderá deixar de comparecer ao serviço, sem prejuízo do salário:

(…)
X – até 2 (dois) dias para acompanhar consultas médicas e exames complementares durante o período de gravidez de sua esposa ou companheira; (Inclusão dada pela Lei 13.257/2016).

XI – por 1 (um) dia por ano para acompanhar filho de até 6 (seis) anos em consulta médica. (Inclusão dada pela Lei 13.257/2016).

Além da previsão legal acima é preciso se atentar para os Acordos e Convenções Coletivas que tendem a garantir situações mais benéficas, como complemento às dispostas em lei ou até pelos próprios procedimentos internos das empresas que podem estabelecer tal garantia.

EMPRESAS – FACULDADE EM ABONAR OS DIAS EXCEDENTES

Se por um lado o empregador não tem a obrigação de abonar os dias excedentes aos previstos legalmente, por outro há uma busca em manter a qualidade de vida e condições saudáveis de trabalho para seu empregado, condições estas que podem ser ameaçadas pela enfermidade na família, já que poderá refletir diretamente no seu desempenho profissional.

Ora, se um empregado que trabalha em turnos, por exemplo, que poderia agendar e levar seu filho ao médico após sua jornada normal de trabalho não o faz, fica evidente sua intenção em faltar ao serviço sem justificativa legal.

Por outro lado, se ocorrer a necessidade urgente em função de um fato grave e inesperado, ainda que a jornada de trabalho seja em turnos, há que se levar em consideração a imprevisibilidade e necessidade urgente de atendimento ao filho, o que poderia ser considerado como justificável a ausência do empregado.

Cabe ao empregador aceitar ou não os atestados apresentados pelo empregado que não estejam previstos em lei. Se a lei, acordo ou convenção coletiva disciplina sobre a obrigação de o empregador recepcionar o atestado de acompanhamento médico por determinados dias ou horas, torna-se uma faculdade do empregador em aceitar ou recusar os dias excedentes.

No entanto, para que seja aceito, o gestor de Recursos Humanos deve estabelecer um procedimento interno regulamentando as condições, para que todos sejam atingidos por este regulamento. Não há como aceitar de um departamento ou pessoa e de outro não, conforme suas convicções.

A empresa poderá determinar ainda que os atestados de acompanhamento de outros membros da família (pai, mãe, irmão e etc. – que vivam sob sua dependência) somente justificam a ausência do período, mas não abonam, caso em que as horas devem ser compensadas dentro de um determinado prazo para não incorrer em prejuízos salariais.

(*) Sergio Ferreira Pantaleão é Advogado, Administrador, responsável técnico pelo Guia Trabalhista e autor de obras na área trabalhista e Previdenciária. 
Fonte: Boletim Guia Trabalhista

O seu candidato a vereador foi bem votado, mas não foi eleito?


A população foi às urnas no último domingo (2) para escolher os prefeitos e vereadores dos mais de 5 mil municípios do país. Porém, a maioria de votos não foi o critério decisivo para que um legislador fosse eleito, o que vem gerando muitas dúvidas na população.

Para a escolha dos prefeitos, assim como governadores e presidente da república, o candidato que tem mais votos é eleito. Porém, na escolha dos vereadores, e também dos deputados, a eleição acontece no sistema proporcional, ou seja, depende de um número chamado coeficiente eleitoral.

O coeficiente eleitoral é o resultado da divisão entre a quantidade de votos válidos de um determinado município (no caso das eleições municipais, por exemplo) e o número de vagas disponíveis na Câmara Municipal, que a partir desse pleito é de 15. Para calcular quantos votos uma coligação conseguiu, basta somar os votos de todos os candidatos dos partidos que fazem parte da coligação com os votos de legenda que esses partidos obtiveram. O voto de legenda é o voto dado a um partido, quando o eleitor digita apenas o número do partido no qual se quer votar, em vez de se digitar o número completo de um candidato. A partir daí é determinado quantos votos cada partido, ou coligação, necessita para eleger seus candidatos. O partido, ou coligação, que não atingiu essa marca de 3.022 votos, automaticamente ficou de fora da disputa eleitoral.

Para ficar mais fácil de entender, vamos pegar o caso do município de Três Rios, que atualmente possui um eleitorado de 61.840 pessoas. Desse eleitorado, o município teve apenas 45.330 votos validados, ou seja, desconsiderando os votos brancos, nulos e abstenções. É com esse número que o coeficiente eleitoral será definido. A partir de então, basta fazer uma conta simples de divisão para se chegar ao resultado esperado: 45.330 / 15 = 3.022.

Assim, 3.022 votos foi a marca que um partido ou coligação, precisou atingir para que um de seus candidatos fosse eleito. Atingindo esse número de votos, o candidato mais votado de determinado grupo conseguiu a vaga. E isso foi feito em todos os partidos ou coligações disponíveis para este pleito. E caso o determinado grupo tiver conseguido o dobro desses votos, ou seja, 6.044, automaticamente o segundo mais votado desse grupo também foi eleito, e assim sucessivamente.

Após toda essa equação, caso ainda haja alguma vaga sem preencher no determinado pleito, é necessário fazer uma outra equação. Agora é dividido o número de votos obtidos pelo partido ou coligação, pelo número de vagas obtidas por cada grupo, mais um. Só entram nessa conta as coligações que atingiram o número de votos do coeficiente eleitoral. A Coligação que, após essa conta, tiver o maior resultado, elege mais um vereador para ocupar a cadeira vaga. Essa operação é repetida quantas vezes forem necessárias.

Veja no exemplo abaixo:

Coligação 1: 60.000 / (6 vagas +1) = 8571,4
Coligação 2: 35.000 / (3 vagas +1) = 8750

Nesse caso a “Coligação 2” ganha a vaga restante, por ter alcançado um total maior que a “Coligação 1”. É por esse motivo que vemos candidatos que tiveram muitos votos não poderem assumir uma cadeira na Câmara Municipal, enquanto outros que tiveram bem menos, terem sido eleitos. Isso varia muito de acordo com a coligação ou partido a que ele pertence.
Fonte: http://www.entreriosjornal.com.br/brasil/o-seu-candidato-a-vereador-foi-bem-votado-mas-nao-foi-eleito/

Dr. Zé Augusto com 3,13%, foi eleito vereador com a 2ª maior votação da coligação PSC/PR. Em Santo Amaro das Brotas.

O candidato a vereador Dr. Zé Augusto (PSC) foi eleito para próxima legislatura com uma expressiva votação 
Com 216 votos, Dr. Zé Augusto foi eleito vereador com a 2ª maior votação da coligação PSC/PR. O resultado premiou não apenas Zé Augusto e seu grupo político, mas também a cidade de Santo Amaro das Brotas pela representatividade que terá nos próximos quatro anos.

Dr. José Augusto é advogado e é um conhecedor nato da estrutura governamental/política de um município e da câmara municipal. Sua capacidade técnica garantirá um vereador atuante para cidade, com grande habilidade política e quem sabe podendo até chegar a presidência da câmara em virtude da sua competência. 

O certo é que o povo de Santo Amaro das Brotas ganhou muito com a eleição do Dr. Zé Augusto. Teve a 4ª maior votação no geral e votado em todas as seções, metade dos votos na zona rural e metade zona urbana, foi candidato a vice-prefeito em 2012, do atual prefeito eleito em 2016, Dadau.

O Dr. Zé Augusto, apartir de Janeiro de 2017, vai atender todas as segundas na Câmara Municipa, as pessoas carentes na área jurídica, e promover um programa de assistência na área da saúde, e vai viabilizar total assistência aos assentamentos já implantados no plantio e colheita inclusive com escoar a produção deles no mercado, e vai ouvir as demandas dos moradores para viabilizar seus encaminhamentos principalmente na questão da geração de emprego e renda.

PARABÉNS VEREADOR, DESEJAMOS SUCESSO NO SEU MANDATO.



ELEIÇÕES 2016 – ‘CAGADO’ é eleito vereador e ‘SOBRE CÚ’ amarga derrota.




No município de Mir da Serra o candidato a vereador “Cagado”, que teve como padrinho político o Deputado Federal Lúcio Mosquinni foi eleito vereador pelo PRP com 375 votos. Cagado assume uma cadeira na câmara no dia 1º de janeiro de 2017, onde pretende lutar pelos produtores rurais.


Já no município de Campo Novo de Rondônia, o candidato Genildo Alves que nas urnas usou o apelido de “Sobre Cú”, que estava na corrida por uma vaga na casa de leis municipal pelo PPS teve uma votação muitíssimo baixa e obteve apenas 17 votos. Sobre cu agradeceu a votação e prometeu voltar a concorrer nas próximas eleições.

Fonte: Rondoniaovivo

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

BARRA DOS COQUEIROS ENTRE O CÉU E O INFERNO! A OBRIGAÇÃO DA SEGURANÇA PÚBLICA É DO ESTADO, MAS A LUTA PELA SUA EFETIVAÇÃO É DE TODOS!

O Prefeito criou o Programa Comida na Mesa, para encher a barriga do Povo, e não criou a Guarda-municipal, para evitar que meliantes coloque balas na cabeça do povo e entre nas escolas e roubem, alunos e professores.

resultado de imagem para a Cidade Sem Segurança

Os assassinatos de diversos jovens  inocentes na Barra dos Coqueiros em 2016, indica que não há outra solução: a sociedade civil organizada deve unir forças com a Prefeitura Municipal e com o Ministério Público para juntos buscarem do Governo do Estado medidas EFICAZES e URGENTES para minimizar a situação de violência e criminalidade que se instalou nos últimos anos na "cidade mais linda e mais bela de Sergipe".

Há um acúmulo histórico de criminalidade em Barra dos Coqueiros - Sergipe, NÃO É DE AGORA QUE O TRÁFICO DE DROGAS E O CRIME ORGANIZADO VÊM TOMANDO CONTA DA CIDADE, a incerteza, o medo e o risco se instalaram nos últimos anos de forma contundente. Entretanto, é sabido que O PREFEITO DA CIDADE, estar de braços encruzados,  nestes quase 4 anos e gestão o Prefeito - Airton Martins, não se mobilizou para buscar resolver a situação da violência na cidade. Reuniões com o Secretário de Segurança pública do estado, foram feitas, mas percebemos que mesmo com as reuniões,  a situação da Segurança Pública ainda é uma questão de luta constante no município.


MESMO SABENDO QUE A SEGURANÇA PÚBLICA É UMA OBRIGAÇÃO DO ESTADO, temos que unir forças para reivindicar deste ente federado a efetivação da Segurança Pública que todos(as) Barracoqueireses merecem, assim a cobrança de eficácia do governo ganhará mais força.

 Para além, disto é necessário à realização de um Fórum sobre a Segurança Pública do Município, pois acreditamos que a sociedade civil e todas as instâncias da sociedade devem se envolver no combate a violência e na reivindicação frente ao Estado.


No mais cabe externar os pêsames sobre as mortes de muitos jovens e , homens de bem, trabalhadores são vítimas de crimes e de roubos  a cidade de Barra dos Coqueiros está de luto.

O POVO TEM O GOVERNO QUE MERECE.

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Duplo homicídio é registrado na Barra dos Coqueiros

Segundo a polícia, corpos estavam dentro de veículo.

IML já foi acionado para buscar os corpos.

Do G1 SE
No início da tarde desta quarta-feira (19) a polícia encontrou dois corpos dentro de um veículo no município da Barra dos Coqueiros.

Segundo a polícia, os corpos de dois homens estavam dentro de um carro em uma estrada próximo a praia do Jatobá.

O Instituto Médico Legal (IML) informou que já foi acionado para buscar os corpos.

Sindicato dos Agentes Penitenciários de Sergipe apresenta denúncias contra Sejuc

Clóvis recebe dirigentes do Sindicato dos Agentes Penitenciários.

Sindicato dos Agentes Penitenciários de Sergipe apresenta denúncias contra Sejuc (Imagem: Cleverton Ribeiro/TCE/SE)

Sindicato dos Agentes Penitenciários de Sergipe apresenta denúncias contra Sejuc (Imagem: Cleverton Ribeiro/TCE/SE)

O conselheiro Clóvis Barbosa de Melo, presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), recebeu em seu gabinete ao final da manhã desta quarta-feira, 19, dirigentes do Sindicato dos Agentes Penitenciários de Sergipe (Sindpen).


Na ocasião os sindicalistas apresentaram denúncias acerca de supostas irregularidades na folha de pagamentos da Secretaria de Estado de Justiça, comprometendo-se a protocolarem o levantamento apresentado para posterior análise da Corte de Contas.
Fonte: http://clicksergipe.com.br/cotidiano/6/21395/sindicato-dos-agentes-penitenciarios-de-sergipe-apresenta.html