abn

domingo, 24 de setembro de 2017

Barra dos Coqueiros é a cidade que mais gera empregos em Sergipe

Image result for Barra dos coqueiros
Foto: Jornal da Cidadania

Barra dos Coqueiros, na Região Metropolitana de Sergipe, lidera na geração de empregos no Estado. Após seis meses de saldo positivo, novos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, apontam que o município ocupa o 1º lugar em Sergipe, com milhares de  empregos efetivados entre janeiro e julho de 2017. Com o resultado, a cidade está à frente de grandes municípios Sergipanos, destacando-se inclusive em nível nacional. Com a implantação da Usina Termoelétrica. 

Além de Barra dos Coqueiros, as cidades sergipanas que destacaram-se na geração de emprego e renda são Itabaiana, com muitos postos de trabalho efetivados, seguido de Lagarto, Nossa Senhora do Socorro e Estância.

O desempenho positivo de Barra dos Coqueiros continua sendo, em grande parte, resultado das admissões nas construtoras e na construção da Usina Termelétrica , com  cetenas de novos postos de trabalho, no setor de serviços  e a construção civil.

O prefeito de Barra dos Coqueiros, Airton Martins, aponta que a geração de empregos, com a liderança em Sergipe, demonstra o potencial da cidade enquanto polo de desenvolvimento e de oportunidades, bem como reflete o bom momento econômico vivenciado pela estrutura local.

“Trabalhamos muito para que Barra dos Coqueiros confirme-se enquanto cidade modelo para o Brasil. Temos condições para isso, em virtude da vocação inovadora e empreendedora da população, que faz com que o município permaneça na contramação da situação brasileira atual. Temos planejamento, grandes obras sendo executadas e o apoio da população, por isso esse resultado nos enche de orgulho, por ser o coroamento de um trabalho realizado juntamente com a população”, destaca Aírton Martins.

Barra dos Coqueiros destaque nacional

Com cerca de 31 mil habitantes, Barra dos Coqueiros é uma das cidades mais se desenvolve no estado. A cidade ocupa um bom lugar de Sergipe no Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM), com destaque para a saúde, educação e geração de emprego e renda. Entre os 75 municípios Sergipanos, Barra dos Coqueiros assume uma das primeiras colocações, liderando na região do Vale do Cotinguiba de Sergipe.

Além disso, o Município é reconhecido hoje como Cidade das Usinas e da Construção Civil, assim como uma das cidades os melhores condomínios do Nordeste.  


A estruturação da cidade, na visão do prefeito Aírton Martins, representará novas oportunidades para a cidade e região. “Teremos um divisor de águas, antes e depois da Usina Termelétrica , pois este será um vetor de desenvolvimento não somente para Barra dos Coqueiros, mas também para todo o Estado de Sergipe. Essa condição atrairá novas oportunidades, assim como investimentos, para a região”, completa.

SEXO: Ousado ou romântico? Estudo aponta os comportamentos sexuais mais marcantes

Fantasias? Chicotes? Transas em lugares públicos? Nada disso. Um beijo ou abraço são os comportamentos mais marcantes no sexo Imagem: iStock

Do UOL, em São Paulo
Quando estamos saindo com alguém tentamos aprender o que a pessoa faz, que filmes prefere, quais tipos de comida gosta e até qual é o seu comportamento entre quatro paredes (por que não?).

Um estudo feito pela Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, e pelo centro de saúde sexual local, revelou quais são os comportamentos que mais despertam atenção nos casais quando o assunto é sexo. Fantasias? Chicotes? Transas em lugares polêmicos? Nada disso.

A gente sempre houve que casais precisam se reinventar para manter a libido constante na relação, mas beijar ou simplesmente abraçar foram respostas dadas como “suficientes para criar o clima”.

“Ao contrário de estereótipos, os comportamentos mais atraentes, mesmo para os homens, são os mais românticos e afetuosos”, diz Debby Herbenick, principal autora da pesquisa. “Estes incluíam beijar com mais frequência durante o sexo, abraçar mais, dizer coisas doces e românticas durante a transa, incrementar a decoração do quarto antes do sexo e assim por diante”.

O estudo, publicado na revista Plos One, contou com a participação de 2.021 pessoas, sendo 975 homens e 1.046 mulheres, que responderam questões sobre mais de 30 comportamentos sexuais e 50 atos sexuais anonimamente.

Outros comportamentos sexuais registrados foram uso de lingerie (75% das mulheres, 26% dos homens) e envio de nudes (54% das mulheres, 65% dos homens). Embora os participantes descrevessem estes comportamentos como atraentes, muitos afirmam que só se envolveram com estes atos nos últimos meses ou no ano passado.

Dos voluntários, cerca de 80% admitiram masturbação, sexo oral e vaginal durante a vida. O sexo anal foi relatado em 43% dos homens e 37% das mulheres.

“Queremos que os dados tragam oportunidades para os casais conversarem mais abertamente uns com os outros sobre seus desejos e interesses sexuais. Juntos, eles podem encontrar novas maneiras de serem românticos ou sexy”, diz Herbenick.

6 DICAS PARA EVITAR A DOR CIÁTICA

90% dos quadros de ciática estão ligados à hérnia de disco

© iStock
Mas, o que nem todo mundo sabe é que a dor ciática não é uma doença, mas um sintoma de alguma outra condição médica. Segundo o neurocirurgião e especialista em Medicina da Coluna, Dr. Iuri Weinmann, em 90% dos casos a dor ciática está relacionada à hérnia de disco com compressão do nervo.

“A dor ciática ocorre quando há modificações anatômicas degenerativas ou traumáticas na coluna vertebral, que podem levar à compressão nervosa causando a dor na perna que, muitas vezes o paciente identifica como dor no nervo ciático”, explica o médico.


Não há uma incidência nem uma prevalência exata da dor ciática, mas estima-se que de 5% a 10% das queixas relacionadas à dor nas costas têm origem no nervo ciático, o mais longo e espesso nervo do corpo humano. Ele se estende do quadril até o dedão do pé e controla as articulações do quadril, joelho, tornozelo, assim como dos músculos posteriores das coxas e da perna.

Dor ciática atinge apenas um lado do corpo

Frequentemente, a dor ciática atinge apenas um lado do corpo e se irradia, ou seja, se espalha causando dor nos quadris, nádegas ou pernas. A dor tende a piorar ao sentar-se e pode vir acompanhada de dormência, formigamento e sensação de ardência. “A dor ciática pode também gerar fraqueza e dificuldade para movimentar as pernas ou os pés. Quando a dor é aguda, pode dificultar o ato de levantar-se ou ainda de andar. Os sintomas e sua intensidade dependem da localização da compressão do nervo”, explica Dr. Iuri.

O que causa a dor ciática?

De acordo com o especialista, em pessoas jovens a causa mais comum é a rotura discal parcial ou das fibras externas dos discos intervertebrais. Os discos intervertebrais são como amortecedores naturais entre as vértebras (ossos da coluna). São compostos pela camada interna, chamada de núcleo pulposo, e da externa, chamada de anel fibroso.

“O anel fibroso é a parte mais rígida do disco e é repleto de inervações, sendo responsável por manter o núcleo pulposo simétrico para distribuir de maneira uniforme a pressão. Quando o anel fibroso sofre alguma lesão ou se degenera, podem ocorrer as roturas discais. A hérnia de disco se desenvolve quando há rotura completa do núcleo pulposo. Essas modificações anatômicas comprimem a raiz nervosa das articulações levando aos quadros dolorosos”, comenta Dr. Iuri.

“Em pessoas com mais idade, a dor ciática está relacionada à degeneração progressiva da coluna associada à própria idade. Esses dois fatores levam ao aumento das articulações, à mudança da posição dos discos e à redução do espaço entre os nervos na saída da coluna vertebral, ou ainda na simples passagem pelo canal vertebral. Esta condição é chamada de canal vertebral estreito”, afirma Dr. Iuri.

Diagnóstico e Tratamento

O diagnóstico é feito levando-se em conta os sinais e sintomas apresentados, exames de imagem como radiografia, ressonância magnética e, ocasionalmente, exames neurofisiológicos como eletroneuromiografia dos membros inferiores que pode identificar e localizar o conflito nervoso.

O tratamento inicia-se com a tentativa de redução dos sintomas com o uso de medicações, repouso relativo e medidas físicas, como compressas mornas. Normalmente os sintomas têm duração de três a seis semanas podendo exigir outras medidas para melhora, tais como bloqueios nervosos e procedimentos cirúrgicos.

Quando é preciso operar?

Quando a compressão do nervo não melhora com os tratamentos conservadores, é possível que o paciente precise passar por uma cirurgia. “A discectomia visa à descompressão das partes afetadas. Pode ser tradicional (aberta) ou minimamente invasiva, tanto pela técnica tubular quanto pela cirurgia endoscópica. Outras técnicas utilizadas são as terapias intradiscais quando ainda não há herniação e, em outros casos, pode ser necessária a artrodese (fixação cirúrgica do segmento vertebral) com implantes metálicos, como os parafusos transpediculares e dispositivos interssomáticos”, explica Dr. Iuri.

É possível prevenir?

A maioria dos fatores de risco é evitável, portanto é possível prevenir. Veja quais são eles:

• Idade: A dor ciática é mais comum em pessoas entre 45 e 64 anos.Este é o único fator de risco não evitável.

• Peso: Manter o peso adequado é fundamental para a saúde da coluna. O excesso de peso está ligado ao desgaste e às lesões dos discos intervertebrais.

• Tabagismo: Fumar aumenta o risco de dor lombar e dor no nervo ciático. Portanto, largue o cigarro agora.

• Estresse: Procure maneiras de gerenciar o estresse adotando bons hábitos, como se alimentar de forma saudável, praticar atividades físicas, fazer atividades de lazer, etc.

• Riscos ocupacionais: Há certas profissões que exigem maior esforço da coluna. Siga as recomendações de segurança do trabalho, faça os exames periódicos e procure manter posturas corretas de acordo com o tipo de função ocupada.

• Esportes: Levantamento de peso, ciclismo e outros esportes são importantes fatores de risco para a dor ciática e desgaste dos discos. O alongamento e o fortalecimento dos músculos podem ajudar a prevenir lesões.
Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br

Ginecologistas não recomendam uso de glitter para vagina



Tradicionalmente conhecido como "poeira da paixão', o glitter encapsulado Passion Dust introduzido na vagina por algumas mulheres na hora do sexo, não é recomendado pelos médicos. 

Com a penetração, lubrificação e calor, a cápsula estoura e exala um aroma e sabor de bala, mas os ginecologistas alertam sobre o uso da purpurina vaginal. 

De acordo com a ginecologista da Universidade Federal do Rio de Janeiro e membro da Sociedade Brasileira de Lazer, Celia Regina da Silva, qualquer produto introduzido na vagina que não seja adaptado para esta parte do corpo pode causar alergias, reações e até mesmo infecções mais sérias. Segundo ela, essas orientações valem também para óleos e hidrantes.

sábado, 23 de setembro de 2017

Vida longa: Nossos cachorros estão vivendo cada vez mais?

Curiosidade: os animais de estimação entendem o que dizemos?
Com o aumento significativo da expectativa de vida humana, muito se pergunta sobre a melhoria e o aumento dos anos de vida dos animais. O que a ciência indica é que o mesmo que está acontecendo com o homem, acontece com os cãezinhos: mais cuidados com a saúde e com a dieta refletem em uma vida mais longa e com mais qualidade.

Expectativa de vida: os cães estão vivendo mais

Há cerca de 40 anos, a expectativa de vida de um cachorro era aproximadamente a metade do que é hoje. Uma vida mais longa, entretanto, trouxe certos aspectos negativos. Além da exposição a substâncias cancerígenas, a obesidade se tornou um problema e metade dos animais de estimação nos Estados Unidos é obesa.

Para driblar esses problemas, garantir uma vida mais longa e, ao mesmo tempo, manter a saúde dos bichinhos, um projeto desenvolvido pela Universidade de Washington, nos Estados Unidos, chamado Dog Aging está avaliando um remédio que promete estender a vida dos cães em até cinco anos. Testes em ratos de laboratório diagnosticaram uma diminuição na rapidez do envelhecimento. Isso pode significar um aumento de dois a três anos em cachorros grandes e de quatro a cinco nos pequenos.

Contradição entre animais de estimação e bichos selvagens
© Foto: Shutterstock Assim como nos humanos, maiores cuidados com a saúde resultaram em mais anos de vida para os cachorros

A ciência vem tentando estabelecer uma relação entre as diferentes espécies de animais e sua expectativa de vida. Uma das teorias debatidas é a de que o tamanho contribui para garantir a sobrevivência. Na natureza, animais grandes teriam menos predadores e, por isso, seriam mais lentos, já que não precisariam se esconder ou fugir. Por outro lado, os animais pequenos estariam mais ameaçados, cresceriam rapidamente e se reproduziriam mais.

Com os animais de estimação, essa relação funciona de outra maneira: cães pequenos tendem a viver mais que os grandes. Um chihuahua, por exemplo, chega a 12 anos de vida, enquanto um dogue alemão vive, em média, 7 anos. Acredita-se que a diferença esteja ligada a uma proteína responsável pelo alto crescimento em raças maiores e que acaba encurtando a vida dos cãezinhos. Outro fator é o desenvolvimento rápido do corpo dos cachorros maiores, o que pode provocar falhas e deixá-los mais suscetíveis a doenças.
Fonte: http://www.msn.com/pt-br/estilo-de-vida/caes/vida-longa-nossos-cachorros-est%C3%A3o-vivendo-cada-vez-mais/ar-BBtdhIb

TODO POLÍTICO PROFISSIONAL SABE QUANTO CUSTA 1 VOTO E O APOIO DE UM VEREADOR QUE NÃO TEM COMPROMISSO COM O POVO?


CONTAGEM REGRESSIVA 1
Hoje estamos – exceto por motivo de força maior que tornem necessário antecipá-las – a uma distância de doze meses das convenções partidárias que vão definir os candidatos a deputado estadual, deputado federal, senador, governador e presidente nas eleições de outubro de 2018.
CONTAGEM REGRESSIVA 2
Na etapa seguinte, em 2020, escolheremos em todos os municípios do país, os novos prefeitos e vereadores, aqueles políticos que moram mais perto da casa da gente, que dá até pra encontrar no supermercado ou na padaria de vez em quando e dar uma bronquinha de leve, pra que sintam que estamos de olho.
FIQUE DE OLHO 1
É nessa hora – agora – que os políticos profissionais começam a ter constantemente em suas agendas conversas com quem pode garantir um punhado de votos no atacado, pra não ter que ficar  cuidando do varejo e aguentar aquele povo chato que fica pedindo favorzinho no meio da rua quando chegar a hora de tirar as fotografias bonitas da campanha de rua.
FIQUE DE OLHO 2
Na verdade, tudo o que um político profissional não gosta, é de ter que ficar pedindo voto pra todo mundo toda vez que entra em algum lugar. Tem gente que está com a mão suja, suada e a criançada fica puxando a camisa, arranca até os botões. Realmente é um saco para o político profissional ficar nesse grude de varejo com o eleitor comum.
FIQUE DE OLHO 3
Mas ele faz porque faz parte do esforço de vendas para conquistar novos clientes e garantir a meta necessária para emergir das urnas como um dos eleitos pelo povo. É o jeito dele tentar recuperar os eleitores que já sabe que perdeu, por não ter cumprido os tratos feitos na eleição anterior.
FIQUE DE OLHO 4
Faz parte do trabalho, para garantir mais um mandato de vereador, de prefeito, de deputado ou outra coisa qualquer. A escala da conversa muda de acordo com o cargo desejado.
O vereador profissional, por exemplo, quer garantir agora, muito antes das eleições de 2020, o apoio do professor da escola pública que sonha em ser diretor ou do amigo do cunhado que tem um time de futebol e precisa de um jogo de uniforme novo para suas partidas de várzea no domingo.
O deputado profissional quer o apoio do vereador profissional agora, nas eleições de 2018, em troca de apoio financeiro e institucional para ele nas eleições de 2020, quando ele vai poder posar no bairro de assessor do deputado, o cara que resolve tudo..
É por isso que, muitas vezes, o diretor da escola pública muda de repente e ninguém entende o motivo. E o time de futebol do bairro aparece com um uniforme lindo no jogo de domingo.
E depois do jogo ainda tem churrasco. O deputado chega, abraça todo mundo, diz que é parceiro, que nunca deixa os amigos na mão. E todo mundo faz aquela festa, posta até foto nas redes sociais pra dizer que é amigo de autoridade.
Até o professor, que nunca calçou uma chuteira na vida, aparece por lá, junto com  aquela namoradinha bonita, que fica cheia de sorrisos na direção do simpático deputado. Que retribui, todo sedutor…

UBER perde licença para operar em Londres por conduta arriscada para segurança pública

Foto: Reprodução / Mercado Popular

A empresa de transporte particular Uber deixará de atuar em Londres, capital da Inglaterra. O aplicativo perdeu licença de atuação na cidade europeia, conforme anúncio nesta sexta-feira (22), em função dos riscos para a segurança pública. 

A autorização de atuação do Uber expira no próximo dia 30, mas o governo anunciou que não renovará a licença. "A abordagem e a conduta de Uber demonstram uma falta de responsabilidade corporativa em relação a uma série de questões que têm potenciais implicações em proteção e segurança pública", justificou a TFL. 

A empresa responde por um terço dos veículos de aluguel privado nas ruas de Londres e tem 21 dias para reccorer. O Uber poderá operar até o processo de apelação ser encerrado. O chefe da empresa de Londres, Tom Elvidge, disse que atualmente existem 40 mil motoristas licenciados e 3,5 milhões usuários, de acordo com a Folha. 

"Ao querer banir a nossa aplicação capital, a Autoridade de Transportes de Londrese o prefeito cederam às chamadas de um pequeno número de pessoas que querem limitar a escolha do cliente", disse. BN

Temer libera R$ 1,02 bilhão para parlamentares




Mal a segunda denúncia da Procuradoria-Geral da República chegou à Câmara e Michel Temer já reabriu os cofres. Mandou ladrilhar, com o patrocínio do déficit público, a trilha que leva ao funeral das novas acusações. O custo inicial do enterro será de R$ 1,02 bilhão. O dinheiro será usado para pagar emendas que os parlamentares enfiaram dentro do Orçamento da União.

A infantaria legislativa do governo celebra a novidade como um sinal de boa vontade. Mas os aliados de Temer acharam pouco. Realçam que o enterro agora será coletivo: além das acusações contra o presidente, terão de sepultar imputações dirigidas a dois ministros palacianos: Eliseu Padilha e Moreira Franco. Pior: o Planalto exige que a lápide desça sobre a cova tripla numa única votação.

Os três são acusados de compor a organização criminosa do PMDB. E Temer acumula a imputação de obstrução da Justiça. Estudo jurídico feito pela assessoria da Câmara a pedido do presidente da Casa, Rodrigo Maia, anota que a votação única para a trinca de denunciados seria o procedimento mais adequado. Ouviram-se fogos no Planalto. Entretanto, auxiliares de Temer ainda temem enfrentar problemas na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Primeiro estágio do funeral, a CCJ é presidida pelo deputado mineiro Rodrigo Pacheco. Embora seja filiado ao PMDB, partido dos encrencados, o personagem revelou-se um correligionário duro de roer no processamento da primeira denúncia, aquela que acusava Temer de corrupção passiva.


À procura de um deputado “independente” para exercer a atribuição de relator, Pacheco ainda não excluiu a hipótese de desmembrar as denúncias: Temer numa votação, os ministros em outra. Para evitar surpresas, Temer talvez tenha que enfiar a mão um pouco mais fundo no bolso do contribuinte.

PROJETO DE LEI "O RIO SÃO FRANCISCO É MEU" DA VEREADORA DILMA DA COLÔNIA FOI APROVADO


O Projeto de Lei da autoria da vereadora Dilma da Colônia, que DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO DO PROJETO "O RIO SÃO FRANCISCO  É MEU" NO ÂMBITO DAS ESCOLAS DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE PROPRIÁ. Foi aprovado por unanimidade pelos vereadores de Propriá, comprometidos com o futuro do Rio São Francisco.

Na justificativa do Projeto a autora acrescentou o seguinte: O ensino voltado para as práticas sustentáveis é mais do que necessário para a formação das futuras gerações de Propriá e a preservação sistemática de nossas riquezas naturais e do nosso modo de vida, evitando colapsos em setores vitais à nossa sobrevivência. São as crianças que formamos no agora, portanto, que tomarão as decisões que conduzirão o planeta numa direção diferente daquela na qual o colocamos hoje, voltada para o uso sustentável e a conservação inteligente.

Neste contexto, é de suma importância ensinar os alunos sobre o valor histórico-cultural e estratégico dos cursos hídricos do Rio São Francisco, o rio que abastece nossa Cidade, atualmente muito castigado pelo despejo indiscriminado de dejetos e o abandono do Poder Público. Este abandono, entretanto, poderia ter um impacto muito menor se a população contribuísse significativamente para a conservação dos corpos hídricos e é nisto que entra a oportunidade proporcionada pelo correto processo educacional.

Assim, apresento a presente proposta de criação do Projeto “O RIO SÃO FRANCISCO É MEU” de conscientização acerca do uso sustentável e da preservação dos corpos hídricos da Cidade para os alunos de 1º e 2º Ciclos do Ensino Fundamental  de PROPRIÁ. Com isto, esta Casa certamente contribui não somente para o futuro sustentável desta Cidade, mas também para a formação de toda uma nova geração de PROPRIAENSES ciente de seu papel na preservação do planeta.

VEJA O PROJETO NA INTEGRA: 

PROJETO DE LEI Nº 31 /2017

EMENTA:
DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO DO PROJETO "O RIO SÃO FRANCISCO  É MEU" NO ÂMBITO DAS ESCOLAS DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE PROPRIÁ.
Autora: VEREADORA DILMA DA COLÔNIA (SD)

A CÂMARA MUNICIPAL DE PROPRIÁ
D E C R E T A :
Art. 1º Fica criado no âmbito das escolas da Rede Municipal de Ensino o Projeto “O RIO SÃO FRANCISCO É MEU” de conscientização acerca do uso sustentável e da preservação dos corpos hídricos da Cidade.

Art. 2º São diretrizes do Projeto “O RIO SÃO FRANCISCO É MEU”:

I – oferecer orientações gerais sobre Ecologia e práticas socioambientais sustentáveis;
II – ensinar os alunos de 1º e 2º Ciclos do Ensino Fundamental a importância ecológica e estratégica do Rio São Francisco dentro do contexto socioambiental da Cidade;
III – oferecer instruções práticas sobre a conservação e preservação de rios e demais corpos hídricos;
IV – formar alunos multiplicadores para atuação em suas respectivas comunidades;
V – oferecer visitas guiadas a Estações de Tratamento de Resíduos - ETR, unidades de conservação e de preservação e demais locais voltados para a prática da conservação e preservação hídricas;


VI – convidar, quando possível, pais e responsáveis a participar do processo de aprendizagem dos alunos e oferecer instrumentos necessários à mobilização social em suas respectivas comunidades.

Parágrafo único. As diretrizes contidas nos incisos acima deverão respeitar a condição da criança e do adolescente de sujeitos em desenvolvimento, protegendo-os de possíveis situações de risco e vexatórias.

Art. 3º A Secretaria Municipal de Educação poderá realizar parcerias com outros órgãos da Administração Pública municipal, estadual e federal e instituições da sociedade civil para o cumprimento das diretrizes contidas no art. 2º.

Art. 4º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
Sala das sessões, 28 de abril de 2017.
Dilma da Colônia
Vereadora (SD)

JUSTIFICATIVA

O ensino voltado para as práticas sustentáveis é mais do que necessário para a formação das futuras gerações de Propriá e a preservação sistemática de nossas riquezas naturais e do nosso modo de vida, evitando colapsos em setores vitais à nossa sobrevivência. São as crianças que formamos no agora, portanto, que tomarão as decisões que conduzirão o planeta numa direção diferente daquela na qual o colocamos hoje, voltada para o uso sustentável e a conservação inteligente.
Neste contexto, é de suma importância ensinar os alunos sobre o valor histórico-cultural e estratégico dos cursos hídricos do Rio São Francisco, o rio que abastece nossa Cidade, atualmente muito castigado pelo despejo indiscriminado de dejetos e o abandono do Poder Público. Este abandono, entretanto, poderia ter um impacto muito menor se a população contribuísse significativamente para a conservação dos corpos hídricos e é nisto que entra a oportunidade proporcionada pelo correto processo educacional.

Assim, apresento a presente proposta de criação do Projeto “O RIO SÃO FRANCISCO É MEU” de conscientização acerca do uso sustentável e da preservação dos corpos hídricos da Cidade para os alunos de 1º e 2º Ciclos do Ensino Fundamental  de PROPRIÁ. Com isto, esta Casa certamente contribui não somente para o futuro sustentável desta Cidade, mas também para a formação de toda uma nova geração de PROPRIAENSES ciente de seu papel na preservação do planeta.

Secom: da vereadora Dilma da Colônia.

PARCERIA: PROJETO VIVER MAIS REALIZA I FÓRUM PARA O DIAGNÓSTICO PRECOCE DO CÂNCER INFANTO-JUVENIL

O Prefeito Airton Martins, foi representado pelo Secretário Ariston Porto, que parabenizou o idealizador do evento Vereador Adelmo Apóstolo  

A imagem pode conter: 4 pessoas, área interna
O Secretáro Chefe de Gabinete Ariston Porto, representou o Prefeito Airton Martins.

A imagem pode conter: 8 pessoas, pessoas sentadas, mesa e área interna
A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas, pessoas em pé e área interna
A Prefeitura de Barra dos Coqueiros, por meio da Administração Aírton Martins, tem realizado ações de grande sensibilidade social, a exemplo do I Fórum para o Diagnóstico Precoce do Câncer Infanto-juvenil, executado nesta manhã (22), no auditório da Secretaria Municipal de Assistência Social.
Idealizado pelo vereador Adelmo Apóstolo, o Fórum faz parte do Projeto Viver Mais, cujo objetivo é promover o diagnóstico precoce do câncer em crianças e adolescentes. Profissionais da Saúde, Assistência Social, Comunicação, Planejamento, Meio Ambiente, interessados em geral, lotaram o auditório.
A mesa oficial foi composta pelo representante do prefeito, o secretário Municipal de Governo, Ariston Porto, que parabenizou a todos os gestores do município, na pessoa da secretária de Meio Ambiente, Amélia Silva; pelo idealizador do Projeto, o vereador Adelmo Apóstolo; por uma assistente social da AVOSOS – Casa Tia Ruth de Apoio à Criança com Câncer; e pela psicóloga, responsável pela palestra, Raquel Bezerra.
A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sentadas e área internaA assistente social apresentou imagens da instituição, que atua há mais de 30 anos, acelerando a realização de exames, hospedando pessoas, prestando assistência à família, por meio de parceiros; entre outras ações. A psicóloga explicou que o diagnóstico precoce em crianças e adolescentes atende de 0 a 25 anos, pois existem crianças que não têm comportamento não saudável, mas que já nascem com diversos tipos da doença.
“É preciso perdermos o medo de pronunciar a palavra câncer e pararmos de nos automedicarmos, pois uma febre prolongada, palidez inexplicada, perda de peso sem motivo, dor de cabeça, podem ser sintomas da doença, que descoberta precocemente, pode gerar a cura”,explicou a psicóloga.
Fonte: https://www.facebook.com/Prefeitura-Municipal-de-Barra-dos-Coqueiros-431712500241076/

CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL DE BARRA DOS COQUEIROS

A imagem pode conter: texto
Adicionar legenda

Passeio Ciclístico Encerra Semana Nacional de Trânsito em Barra dos Coqueiros.

A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé, árvore e atividades ao ar livre
A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas andando de bicicleta, bicicleta e atividades ao ar livreA Prefeitura de Barra dos Coqueiros, através da SMTT, realizou na tarde de sexta-feira (22), o encerramento da Semana Nacional do Trânsito, com um belíssimo passeio ciclístico, que reuniu centenas de alunos, professores e pessoas da comunidade. Os participantes se concentraram na Praça da Igreja de Santa Luzia às 15h e seguiram pelas principais ruas da cidade, finalizando na Praça do conjunto Prisco Viana.
O objetivo da ação é ampliar as reflexões sobre a prevenção de acidentes de transito e o respeito aos ciclistas, relata Gilvan Mecenas. ”A ação é uma iniciativa para promover o respeito aos ciclistas, incentivar a prática esportiva e despertar o interesse na utilização da bicicleta como meio de transporte. Vale lembrar que o Código Brasileiro de Trânsito valoriza essencialmente a vida, não o fluxo de veículos. A legislação de trânsito prevê que pedestres tem prioridade sobre ciclistas e este sobre outros veículos. É preciso também guardar a distância lateral de um metro e cinquenta centímetros ao passar ou ultrapassar bicicletas e o veículo de maior porte serão sempre responsáveis pela segurança dos menores, os motorizados pelos não motorizados e, juntos pela segurança dos pedestres”. Destacou o Superintendente.
A Semana Nacional do Trânsito, iniciou no dia 18 e finalizou em 22 de setembro, com o slogan “Minha Escolha faz a Diferença”. A equipe multidisciplinar da SMTT realizou nesse período, diversas palestras educativas para alunos das escolas das redes municipal, estadual e particular, panfletagens em pontos estratégicos, blitz e finalizou hoje com esse lindo passeio ciclístico.
Os agradecimentos aos diretores, coordenadores, professores e alunos das Escolas Estaduais: Carlos Firpo e Franklin Menezes;
Municipais: Terezinha dos Anjos, Maria Ligia, Creuza Gomes, João Cruz;
Particulares: Mundo Mágico, Interativo, Metrópoles, Gennyus e outros. Agradecemos especialmente ao Prefeito Airton Martins, Alysson Souza, Adailton Martins e Ariston Porto.
Fonte: secom - PMBC







terça-feira, 19 de setembro de 2017

“TENHO DEDICADO MEU MANDATO PARA AJUDAR O POVO E A CIDADE DE PROPRIÁ”, afirma a Vereadora Dilma da Colônia

Image result for dilma da colônia
Vereadora Dilma da Colônia (SD)


A entrevistada pelo ABN, foi a Vereadora Dilma da Colônia (SD), Propriá, e está no primeiro mandato na Câmara Municipal de Propriá - Sergipe. Com uma voz tranquila e serena, do outro lado estava a Vereadora mais votada da ultima eleição em Propriá. Ela contou um pouco de sua história de vida, do despertar para a política, os desafios e os projetos aprovados em benefício da população Propriaense e os projetos que estão tramitando.

Dilma da Colônia, conta que aceitou o convite para disputar as eleições de 2016 para defender os valores da família e ser uma voz no parlamento de Propriá,  em combate à violência contra as mulheres, pela defesa dos pescadores e pescadoras, direitos dos idosos, direitos das Crianças e Adolescentes, geração de emprego e renda, por mais saúde, educação, segurança, assistência social, esporte, cultural para o povo sofrido da cidade. que vem só caminhando para o atraso há  décadas.  

ENTREVISTA

A BARRA E A NOTICIA – Em seus primeiros oito meses de mandato, qual balanço a senhora faz da atuação parlamentar?

DILMA DA COLÔNIA – Um dos maiores desafios que enfrentei foi a dificuldade para aprovar projetos, mas isso não tem inibido nosso trabalho. Só para você ter noção, no ano passado apresentamos diversos Projetos de Lei, dezenas de  requerimentos e indicações, Projeto de Decreto legislativo e moções, usamos da tribuna por diversas vezes em defesa dos povo, ainda, apresentamos  Propostas de Emendas a LDO para 2018. De janeiro para cá, já conseguimos protocolar  projetos importantes, requerimentos pedindo informações aos órgãos públicos e diversos pedidos para atender as demandas da comunidade. Graças à essa atuação, ficamos como a vereadora  mais atuante da Câmara Municipal ate´o momento. A dificuldade de conseguir aprovar essas propostas me deixa muito triste, mas nunca desmotivada. Tem, por exemplo, um projeto nosso que eu apresentei assim que assumi o mandato e até agora não saiu do lugar. A proposta que trata da RONDA ESCOLAR é de grande importância. E temos também de acabar com a questão das obras inacabadas. Muitos políticos usam essa tática para ganhar votos e enganar a população. Sou contra isso e vou apresentar minha proposta para acabar com essa estratégia. Além disso, queremos que o Poder executivo crie urgentemente um programa municipal sério de apoio às mulheres vítimas de violência doméstica. Tem outro que visa incluir na grade curricular das escolas, o ensino preventivo sobre drogas. O objetivo é levar aos estudantes quais são as consequências do uso de drogas. 

A BARRA E A NOTICIA – Quais tem sido sua principais bandeiras defendidas na Câmara Municipal de Propriá?

DILMA DA COLÔNIA – A primeira atuação que eu coloco em destaque é a defesa da preservação do Rio São Francisco que contribui para o fortalecimento da economia local  e do bem estar das famílias. A maioria dos nossos projetos têm sido voltados para a geração de emprego, segurança, saúde, Educação, meio-ambiente e todos os assuntos envolvidos. Minha atuação está bastante associada, também, ao combate à violência contra as mulheres, pela defesa do povo de Propriá, a garantia dos direitos das pessoas idosas e a criação de políticas públicas voltadas para as crianças e a juventude. É claro que com isso tudo, tenho dedicado meu mandato para ajudar a recuperação de Propriá, foi para isso que fui eleita e é o que estou fazendo no parlamento.

A BARRA E A NOTICIA  – E com relação aos idosos, existem  proposta para eles?

DILMA DA COLÔNIA – Sim tem. Na verdade precisamos cuidar melhor dos idosos. No entanto gostaria de destacar que sempre defendo a agilização do atendimento dos idosos na rede pública municipal e estadual de saúde. Essa é com certeza uma questão necessária e urgente. A gente vê várias placas de indicações, na maiorias dos estabelecimento comerciais, informado sobre a prioridade de atendimento aos idosos, só que o mesmo não acontece nos hospitais e postos médicos. Iremos apresentar uma proposta que  visa justamente isso, fazer com que os idosos tenham prioridade no atendimento dentro de um prazo estabelecido em lei. Recebo várias reclamações sobre esse assunto. Veja bem, a pessoa marca a consulta, não recebe o atendimento necessário porque não se tem um prazo estabelecido. Essa proposta que vamos encaminhar é de grande importância para proteger a vida dos idosos. Quero informar à população Propriaense que estamos numa batalha para aprovar esse e os demais projetos que apresentei. Digo com segurança que não tem faltado empenho da minha parte para fazer esses temas avançarem. Estamos trabalhando dia e noite para beneficiar à população, mas a gente encontra muita dificuldade e é bom que o povo saiba disso. Não depende exclusivamente da minha atuação, depende de todos os vereadores de Propriá. Estou fazendo a minha parte com muita dedicação e empenho. As coisas demoram mais do que a gente gostaria, mas estamos no caminho certo, tenho convicção disso.

A BARRA E A NOTICIA – Vereadora, conta para gente um pouco da sua história de vida.

DILMA DA COLÔNIA – Claro. Eu sou de uma família tradicional e muito preocupada com os bons costumes. A minha infância foi toda baseada nos princípios do bem, do respeito e da boa convivência. Meus pais me ensinaram desde cedo os princípios do trabalho e do respeito e apontaram o caminho da boa conduta, de ser uma pessoa honesta para seguir minha caminhada dignamente. Amo Propriá, com muito orgulho. Muito bem casada, tenho duas filhas e uma neta e tenho dedicado meu tempo para melhorar a vida da população do meu município e lutando constamente em Defesa do Rio São Francisco e dos pescadores que sobrevivem do rio. 

A BARRA E A NOTICIA – A partir de que momento veio o despertar para a política?

DILMA DA COLÔNIA – Desde muito jovem tenho dedicado minha vida para ajudar as pessoas. Fui presidente da Colônia de Pescadores Z-8, hoje estou licenciada, por causa do mandato de vereadora,  e foi com esse contato com o povo que pude perceber o quanto é importante termos pessoas na política, comprometidas com o povo. No meu trabalho em defesa do meio ambiente e da pesca pude conhecer com detalhes a realidade de muita gente, percebi que faltava alguém na política em defesa dos princípios da família e da ética. E com o apoio da minha familia, venho a motivação  a entrar de vez na política, na disputa eleitoral. Na verdade, uma porta foi aberta diante de mim e eu tive coragem de passar por ela com o compromisso de para fazer a diferença na vida pública. O convite para a candidatura, em 2016 para o cargo de Vereadora, veio do presidente municipal do SOLIDARIEDADE e candidato a prefeito na época, Dr. Valberto. Ele me chamou para um conversa e disse que eu poderia ajudar muito mais pessoas com um mandato. Na verdade, eu já alimentava esse desejo de me posicionar no meio político, nessa questão de valorização da família. Entrei na campanha com muita dedicação e conseguimos vencer com uma votação bem expressiva, sendo a mais votada do pleito. A nossa meta era eleger o Prefeito Municipal, mas infelizmente não conseguimos alcançar a votação necessária. Por incrível que pareça, na primeira eleição disputada, conseguimos a primeira colocação. Essa é minha caminhada, da qual tenho muito orgulho de contar.

A BARRA E A NOTICIA – Para encerrar nossa entrevista, deixe uma mensagem para o povo de Propriá.

DILMA DA COLÔNIA – Convoco todos os Propriaenses e aqueles que acompanham e acreditam em nosso trabalho para que possamos unir forças diante desse momento tão delicado pelo qual passa a nossa cidade e o nosso Brasil. Precisamos juntar as pessoas pessoas comprometidas e que desejam, realmente, reverter a situação que está diante de nós. Deixo a mensagem que é possível superar essas crises, tanto a política quanto a econômica. Faço uma convocação aos Proriaenses e todos que desejam dar as mãos, para que a gente venha, juntamente com o nosso mandato, mudar essa situação e que o nossa cidade se encontra e  possa voltar a avançar. Eu termino aqui dizendo o seguinte: venha lutar por PROPRIÁ porque aqui, a nossa cidade tem jeito!



Por: A BARRA E A NOTICIA

A BANDA PODRE VAI VENCENDO A GUERRA



A cerimônia de posse de Raquel Dodge ajuda a entender por que o Brasil é o mais antigo país do futuro do mundo. Havia delatados, investigados e denunciados em toda parte, inclusive na mesa reservada aos presidentes dos Poderes. Pelo Executivo, Michel Temer, que já coleciona duas denúncias criminais. Pelo Legislativo, Eunício Oliveira e Rodrigo Maia, cada um com dois inquéritos.

A esse ponto chegamos: dois dos três poderes são comandados por políticos que têm contas a acertar com a Justiça. Bastava a Raquel Dodge olhar ao seu redor para perceber o tamanho do desafio que tem pela frente. Os procurados faziam festa para a procuradora-geral. A normalidade institucional brasileira é mesmo perturbadora.

Planejamento financeiro ajuda a manter casais unidos, diz especialista

"Esse é um tabu presente em muitos casamentos e precisa ser derrubado", afirma a orientadora financeira Dora Ramos

É comum ouvir de especialistas e dos próprios casais que o dinheiro – ou a falta dele - é um dos principais motivadores de divórcios e separações. Muitos defendem que a saúde financeira está diretamente ligada a uma vida feliz, independentemente do estado civil em que a pessoa se encontra.

"Na verdade, não existe uma forma pronta, que possa se encaixar em qualquer relacionamento, porém um fator é essencial: falar sobre dinheiro. Esse é um tabu presente em muitos casamentos de décadas, e precisa ser derrubado", diz Dora Ramos, orientadora financeira e diretora da Fharos Contabilidade & Gestão Empresarial.

Para ela, o casal precisa se sentar para conversar e definir como gerir as contas. É preciso colocar na ponta do lápis ou em uma planilha as despesas comuns, como gastos certos de todo mês, prestações do cartão de crédito, financiamento de bens maiores, e possibilidades de poupança, além dos preços de coisas menos essenciais, como viagens e presentes em épocas de festas.

"Depois de relacionar todas as despesas, o casal deve pôr na ponta do lápis os salários, a fim de determinar qual a contribuição de cada um para as contas, seja em valores brutos ou em percentual. No caso de profissionais liberais, isso pode variar de mês em mês, no entanto o planejamento conjunto e o diálogo também podem evitar surpresas desagradáveis e, consequentemente, brigas", acrescenta.

Outra discussão muito presente é a opção por uma conta e um cartão de crédito conjuntos. E a dica também é semelhante: é preciso muita conversa para definir se a melhor alternativa é uma conta para os dois ou uma para cada e outra para o casal.

"Não há uma regra, mas é necessário saber quão desconfortáveis os dois se sentem ao compartilhar as informações de seus gastos", alerta a orientadora financeira.

"Contar com a ajuda e a confiança do parceiro, abrir mão de gastos desnecessários, dividir as despesas de forma justa e, acima de tudo, conversar são fatores que garantem um orçamento planejado. E, ao menos no ponto de vista financeiro, uma vida saudável ao casal", considera Dora Ramos.
Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br

Justiça concede liminar que permite tratar homossexualidade como doença


Um juiz federal do Distrito Federal autorizou, em caráter liminar, que psicólogos possam atender eventuais pacientes que busquem terapia para reorientação sexual. A decisão atendeu a uma ação de três psicólogos que pediam a suspensão de uma resolução do Conselho Federal de Psicologia (CFP) que estabelece como os profissionais da área devem atuar nos casos que envolvam a orientação sexual de pacientes. O conselho irá recorrer da decisão.

Publicada em março de 1999, a Resolução nº 1 do CFP proíbe os psicólogos de exercerem qualquer ação que favoreça a patologização de comportamentos ou práticas homoeróticas, bem como de colaborarem com eventos ou serviços que proponham o tratamento e a cura da homossexualidade.

A determinação, segundo o CFP, baseia-se no entendimento da Organização Mundial de Saúde (OMS) de que a homossexualidade não é uma doença, um distúrbio, nem uma perversão. Assim, na avaliação do conselho, a forma como cada um vive sua sexualidade faz parte da identidade do sujeito, cabendo aos profissionais de psicologia única e exclusivamente contribuir para a superação dos preconceitos e das discriminações.

Para os autores da ação popular que questiona a resolução, a iniciativa do CFP impede os psicólogos não só de atender eventuais pacientes que procurem ajuda para tentar reverter sentimentos ou comportamentos que lhes provoquem desconfortos ou transtornos, como de desenvolver estudos científicos sobre a possível reversibilidade de práticas homoeróticas, restringido a liberdade de pesquisa dos profissionais.

A partir das informações fornecidas pelas partes, o juiz da 14ª Vara do Distrito Federal, Waldemar Cláudio de Carvalho, acatou parcialmente o pedido dos críticos da resolução. Sem suspender os efeitos gerais da regulamentação do conselho, o magistrado determinou que deve ser facultado aos profissionais interessados a possibilidade de pesquisar o tema ou atender os pacientes que os procurarem buscando a chamada reorientação sexual.

Em sua decisão, o juiz afirma que a resolução do CFP não é inconstitucional, embora possa, “se mal interpretada”, levar a equívocos, como a proibição à realização de estudos ou mesmo ao atendimento relacionado à orientação ou reorientação sexual. Para o magistrado, em conformidade com o princípio constitucional que garante a liberdade científica, deve estar claro que os psicológicos estão aptos a estudar ou atender quem, voluntariamente, buscar orientação psicológica acerca de sua sexualidade.

Fonte: Agência Brasil

Novo itinerário da linha 76 – Barra dos Coqueiros começa a operar nos próximos dias

Diversos moradores dos Loteamentos e Bairros serão beneficiados. CONFIRA!
Image result for SMTT de Barra dos Coqueiros
Superintendente da SMTT de Barra dos Coqueiros, Gilvan Mercens.
O  Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito – SMTT de Barra dos Coqueiros, Gilvan Mercenas, conseguiu junto a Empresa Viação Progresso, que explorar o transporte coletivo na cidade, a mudança no itinerário na linha do ônibus 76 - Barra dos Coqueiros/Centro, que, nos próximos dias passará a percorrer por entre os bairros da cidade e não apenas pela avenida central. Uma reivindicação feita pelos usuários de transportes coletivos, e atendida pela ação administrativa da SMTT.

Já nos próximos dias do ano em curso, os ônibus já estejam fazendo o novo trajeto, que será da seguinte maneira: Após o ônibus descer a ponte Construtor João Alves e acessar a rodovia SE 100, os veículos entram na Rua São Mateus, seguem até a Av. Oliveira Martins, acessa a Rua C, segue até a Goré, Avenida Moisés Gomes, Praça Santa Luzia, chegando até o terminal onde retorna pela Avenida Oceânica. A única pendência para que o transporte passe a atuar desta forma é concluir a etapa de sinalização e indicação das paradas de ônibus. 

A SMTT de Barra dos Coqueiros, tem trabalhado para atender á todos e melhorar o mobilidade urbana da cidade. “Estamos trabalhando diariamente para viabilizar um transporte coletivo com respeito e dignidade para todos, por que uma cidade desenvolvida não é aquela que todos possam andam de carro, mas aquela em que todos Ricos e pobres usam transporte público de qualidade e com mobilidade urnaba" Afirma o Superintendente da SMTT, Gilvan Mercenas. 

CONFIRA AS AÇÕES DA SEMANA NACIONAL DE TRÂNSITO NA BARRA DOS COQUEIROS

CAMPANHAS:SAÚDE REALIZA RASTREAMENTO DO GLAUCOMA E MULTIVACINAÇÃO NA BARRA DOS COQUEIROS

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé

A Prefeitura de Barra dos Coqueiros, através da Secretaria Municipal de Saúde, realizou no final de semana, a Campanha de Rastreamento do Glaucoma e de Multivacinação. As consultas para o rastreamento ocorreram na sexta-feira, na Clínica de Saúde da Família, a partir das 13h.

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindoA imagem pode conter: 10 pessoasA Campanha tem sido realizada pela Administração "Aírton Martins" gratuitamente, nos intervalos de 30 a 45 dias, em parceria com o IOSE - Instituto Oftalmológico de Sergipe, para a investigação dos sintomas e tratamento de cerca de 200 pacientes a cada campanha. A parceria entre a Secretaria de Saúde de Barra dos Coqueiros e o IOSE tem apresentado resultados positivos, prevenindo e tratando os cadastrados que apresentem possibilidades de desenvolver a doença. 


A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e pessoas sentadasA imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sentadas e pessoas em péCom o intuito de prevenir doenças e atualizar as cadernetas de vacinas das crianças e adolescentes, na faixa etária de 0 a 14 anos 11 meses e 29 dias, a Prefeitura realizou no sábado (16) das 07 h às 17 h, a campanha de multivacinação, na Clínica de Saúde da Família e nos postos previamente divulgados. Segundo Joacir Souza, secretário de Saúde do município, a participação das crianças e adolescentes este ano foi muito baixa. 

“Os pais ou responsáveis que, por algum motivo não levaram as crianças para se vacinar no dia D, terão até o dia 22 de setembro para fazer; chamamos a atenção de toda população sob o baixo número de crianças vacinadas; a atualização da caderneta é muito importante, vacinando os seus filhos você previne doenças; as vacinas são gratuitas e estão sendo disponibilizadas pelo Ministério da Saúde através da Secretaria de Saúde de Barra dos Coqueiros”, salientou o Secretário. 
Fonte: Secom - PMBC

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

SEXO: Deixar o filho adolescente transar em casa: é liberal demais ou realista?


Getty Images


Quando os filhos chegam à adolescência, um assunto que pode ser desconfortável para os pais se torna inevitável: a vida sexual deles. E mais, deixar ou não eles transarem dentro de casa? “Em nossa cultura, sexo faz parte do privado. Do mesmo jeito que os pais ficam desconfortáveis em ter relações quando os filhos estão em casa, saber que eles podem estar transando no quarto ao lado pode ser uma situação constrangedora”, conta Maria Cristina Romualdo
Oportunidade de educar

Segundo a psicóloga Renata Bento, deixar o adolescente transar em casa é uma chance de pensar sobre a sexualidade dos filhos e conversar com eles sobre isso. “Dialogar sobre sexo é bastante saudável e importante para tratar de temas como gravidez indesejada, DSTs e sexo seguro”, diz.
Encarando os fatos

Há pais que não veem qualquer problema em deixar seus filhos à vontade, acreditando que essa é uma maneira segura de transar, já que não estão correndo riscos em outros ambientes. É o caso da psicóloga Patrícia Bernardete, 44 anos, que sempre deixou seu filho levar parceiras para casa. Hoje, ele tem 18 anos, mas ela permite desde os 16. E nem precisa estar namorando sério. “Na época, ele apenas me pediu para trazer a menina em casa e eu deixei. Depois, me contou que eles haviam transado no quarto. Só perguntei se tinham usado preservativos”, conta. “Agora, ele está com uma ficante e já me perguntou se pode trazê-la também. Eu, mais uma vez, disse que sim, continuando com as mesmas orientações. Até banho em casa elas tomam, acho isso muito normal, pois vejo o sexo responsável como saudável. E depois, vão fazer onde se não for em casa?”, diz.
Regras, sempre elas...

Determinar alguns limites para o adolescente que quer transar em casa ajuda a evitar desconfortos. A partir do momento que os pais decidem que o melhor a fazer é liberar, podem estabelecer o que é aceitável ou não. “É aconselhável determinar normas de convívio, até que ponto a liberdade de um pode invadir o espaço do outro. Isso pode evitar discussões futuras. Mas vale lembrar que o caminho se faz caminhando, por isso, à medida que essa nova realidade passe a existir na vida familiar, prováveis ajustes poderão ser feitos”, diz Maria Cristina.
O combinado não sai caro

A secretária executiva Keith Góes, de 41 anos, também deixa a filha adolescente trazer o namorado para casa. “Ela já me disse que eles transam, mas se não fosse em casa, seria em qualquer outro lugar, então, o que vou fazer? Não posso colocá-la numa bolha e vestir a capa de mãe superprotetora, só posso orientar”, diz. O pai também sabe e concorda com o ponto de vista de Keith. “Ela sempre contou tudo o que acontecia a nós dois - desde o despertar do interesse pelos meninos, o primeiro beijo, e agora sobre sua vida sexual”. As regras são bem conversadas e a filha sempre pergunta a opinião da mãe. “Nós discutimos algumas coisas juntas, por exemplo, a frequência dele dormir na minha casa. Porque se deixar, ele vira meu inquilino”, fala.
Aqui, não!

Mas e quando os pais não permitem que os filhos transem em casa? Devem apenas dizer “não” e encerrar o assunto? Para a orientadora sexual, se os pais proíbem, precisam justificar aos filhos, pois a casa também é deles. “Às vezes, uma única conversa não é suficiente e a família deve retomar a discussão até que um consenso seja atingido”, diz. A coordenadora Sonia da Silva, 51 anos, não gosta da ideia de os filhos transarem em casa, porque isso tiraria sua privacidade. “Não é que eu impeço que eles transem, mas aqui não quero. Se namorada ou namorado dormir aqui, vai ser em outro quarto”, conta. Ela diz que não houve uma conversa oficial com os filhos, mas seus avisos já mostraram que essa era sua opinião.
Quando falar...

A conversa entre pais e filhos, em um mundo ideal, deveria acontecer antes da primeira relação sexual deles. Para isso, é bom estar consciente de que, sim, os adolescentes vão querer transar em algum momento e é papel dos adultos orientar. “É importante lembrar para os filhos que sexo é uma coisa boa, prazerosa, mas exige responsabilidade”, finaliza Renata.
 Carolina Prado e Marina Oliveira
Colaboração para o UOL

Como abrir uma empresa? [Passo a Passo]

Publicidade. CONTABILIDADE G.S
Abrir uma empresa de sucesso requer medidas estratégicas bem posicionadas, já que nem todas estão estruturadas para o sucesso. Cerca de dois terços das empresas sobrevivem dois anos ou menos no mercado.
Aqui estão 10 etapas necessárias para iniciar uma empresa com sucesso. Faça um passo de cada vez, e você estará a caminho do negócio bem-sucedido das pequenas empresas.

Passo 1: Faça sua pesquisa
Provavelmente você já identificou uma ideia de negócio, então agora é hora de equilibrá-la com uma pequena realidade. Sua ideia tem potencial para ter sucesso? Você precisará executar sua ideia de negócio através de um processo de validação antes de ir mais longe.

Para que uma pequena empresa seja bem-sucedida, ela deve resolver um problema, satisfazer uma necessidade ou oferecer algo que o mercado deseje.
Há várias maneiras de identificar essa necessidade, incluindo pesquisa, grupos de foco e até mesmo tentativa e erro. Ao explorar o mercado, algumas das questões que você deve responder são:
  • Existe uma necessidade de seus produtos / serviços antecipados?
  • Quem precisa disso?
  • Existem outras empresas que oferecem produtos / serviços similares?
  • Como são os produtos / serviços da concorrência?
  • Como o seu negócio se encaixa no mercado?

Passo 2: Faça um plano de negócios
Você precisa de um plano de negócios para tornar sua ideia comercial realidade. Um plano de negócio é um modelo que guiará seu negócio desde a fase de inicialização até a abertura do estabelecimento e, por conseguinte, ao seu crescimento, e é um procedimento necessário para todos os novos negócios.

Passo 3: Planeje suas finanças
Iniciar uma pequena empresa não precisa exigir muito dinheiro, mas isso envolverá algum investimento inicial, bem como a capacidade de cobrir as despesas correntes antes de virar lucro.

Elabore uma planilha com a estimativa dos custos únicos de inicialização para o seu negócio (licenças e taxas, equipamentos, honorários legais, seguros, branding, pesquisa de mercado, estoque, marca registrada, eventos de abertura etc), bem como o que precisará manter sua empresa funcionando por pelo menos 12 meses (aluguel, utilidades, marketing e publicidade, produção, suprimentos, despesas de viagem, salários dos funcionários, seu próprio salário etc).

O total desses números combinados é o investimento inicial que você precisará.

Etapa 4: Quanto custa abrir uma empresa?
De acordo com a pesquisa feita pela Firjan, o custo aproximado para abrir uma nova empresa é de R$2.038, lembrando que este valor varia entre os diferentes municípios do país, podendo chegar a uma diferença de até 274%.
Por isso, criar uma estratégia com base em um plano de negócio eficiente, diminuiu o seu investimento inicial e aproxima o seu lucro real.

Etapa 5: Escolha e registre seu nome comercial
O nome da sua empresa desempenha um papel em quase todos os aspectos do seu negócio. Certifique-se de pensar em todas as implicações em potencial ao explorar suas opções e escolher o nome da sua empresa.

Uma vez que você escolheu um nome para o seu negócio, você precisará verificar se o nome está disponível ou está atualmente em uso. Registre o nome. Não se esqueça de registrar também o seu nome de domínio, depois de ter selecionado o nome da sua empresa.
 
Etapa 6: Licenças e licenças
A papelada é parte do processo quando você inicia seu próprio negócio.
Você precisará pesquisar quais licenças se aplicam ao seu negócio durante o processo de inicialização, sendo que elas dependem do tipo de negócio que você está iniciando e da sua localização.

Lembre-se que para diferentes tipos de empresas e faturamento existem diferentes taxas e tributos.

Etapa 7: escolha seu sistema de gestão ERP
As pequenas empresas funcionam de forma mais eficaz quando possuem sistemas para, dentre outros, criar e gerenciar seu orçamento, definir suas tarifas e preços, conduzir negócios com outras empresas e calcular seus impostos.

Se você decidir começar por sua conta, certifique-se de considerar estas questões que são vitais na escolha do software de gestão .

Etapa 8: Definir o local da sua empresa
Definir o seu local de trabalho é importante para a operação do seu negócio, seja ele como um escritório em casa, um espaço de escritórios compartilhados ou privados, ou um local de varejo.

Você precisará pensar sobre sua localização, equipamentos e configuração geral.

Certifique-se de que sua localização adequa-se ao seu tipo de negócio.
Você também precisará considerar se é mais vantajoso comprar ou alugar seu espaço comercial.

Passo 9: Prepare sua equipe
Se você estiver contratando funcionários, agora é hora de iniciar o processo. Certifique-se de ter tempo para definir os cargos que você precisa preencher e as funções inerentes a cada cargo.

Se você não está contratando funcionários, mas sim trabalho terceirizado, agora é hora de trabalhar em conjunto com um advogado, para o fim de elaborar um contrato de prestação de serviços que se adeque ao tipo de serviço buscado.

Por último, se você está na estrada das empresas individuais, talvez você não precise de funcionários ou contratados, mas precisará de sua própria equipe de suporte/consultoria. Esta equipe pode ser composta por um mentor, treinador de pequenas empresas ou mesmo sua família, e serve como recurso para conselhos, motivação e tranquilidade quando a estrada ficar acidentada.

Passo 10: Promova sua pequena empresa
Com a empresa em funcionamento, você precisará atrair clientes. Desta forma, você poderá começar com o básico, criando um plano de marketing. Em seguida, explore ideias de marketing para que você possa decidir como promover o seu negócio de forma eficaz.

Uma vez concluídas as atividades de inicialização de negócios, você terá todas as bases mais importantes cobertas. Tenha em mente que o sucesso não acontece durante a noite, mas use o plano que você criou para trabalhar consistentemente em seu negócio, e aumentará consideravelmente suas chances de sucesso.